Forbes elege Porto como um dos 50 melhores destinos para 2023

Forbes elege Porto como um dos 50 melhores destinos para 2023
| Porto
Porto Canal

A revista norte-americana Forbes elegeu, num artigo publicado esta semana, o Porto como um dos 50 locais obrigatórios para conhecer em 2023.

“Se ainda não teve o prazer de visitar o Porto, em Portugal, deve adicioná-lo à sua lista”, começam por dizer, acrescentando que é fácil perceber “porque é que há tantos olhos postos nesta portuguesa cidade do norte”. 

A publicação sublinha como “é fácil de ver porque é que tantos olhares estão voltados para esta cidade do Norte de Portugal”. Quem viajar para o Porto pode contar com “excelente comida, ainda melhor vinho e preços acessíveis”, mas também, acrescenta, “uma arquitetura cravejada de azulejos e vista para o mar a partir da infinidade de miradouros por toda a cidade”.

Uma verdadeira experiência pela 'Invicta', sublinha ainda a Forbes, terá de incluir um jantar e uma noite de fado, uma visita de um dia inteiro pelas vinhas do Douro, assim como provas de vinho, almoço pelo caminho e passagem pelos vários museus.

+ notícias: Porto

O antigo quarteirão da Casa Forte mudou com o Porto

O antigo quarteirão da Casa Forte, no coração do Porto, ganhou o nome da loja da esquina voltada ao Mercado do Bolhão. A emblemática empresa da cidade viria a encerrar em 2004, paradoxalmente o ano da criação da Porto Vivo, Sociedade de Reabilitação Urbana, que lançou as bases da nova vida do quarteirão. Entre projetos, demolições e mudança de promotores imobiliários, só ao fim de quase 20 anos é que o espaço da cidade vai voltar a receber moradores. Numa viagem pela história, que resposta dá à cidade o novo Quarteirão da extinta Casa Forte?

“A ‘cidade-negócio’ vai-se descaracterizando completamente perdendo interesse até para turistas”

A histórica Mercearia do Bolhão, aberta no Porto desde 1880, vai encerrar portas a 30 de abril para dar lugar a uma loja da multinacional Ale-Hop, como avançou o Porto Canal na manhã desta sexta-feira. À esquerda, os vereadores da oposição da Câmara do Porto lamentam que a cidade se vá ‘descaracterizando’.

Neonia: o novo museu interativo e néon que ilumina a história do Porto

Sabia que em 1917, dois acrobatas subiram à Torre dos Clérigos sem qualquer equipamento de proteção para promover uma marca de bolachas? Apesar de já ter passado mais de um século, este é um entre os tantos acontecimentos lembrados no novo museu que abriu portas este sábado no coração do Porto. “O Neonia é uma pura homenagem à cidade”, sublinha um dos responsáveis.