Direção executiva do SNS toma posse esta segunda-feira. Primeiro objetivo já está definido

| País
Porto Canal

Direção executiva do Serviço Nacional de Saúde (SNS) estará em pleno funcionamento apenas a partir de 1 de janeiro, com a entrada em vigor do Orçamento do Estado.

A equipa liderada por Fernando Araújo toma posse esta segunda-feira às 14h30, numa sessão no auditório do Infarmed, em Lisboa.

Um dos anúnicos já feitos pela direção executiva do SNS passa pela criação de quatro Unidades Locais de Saúde (ULS). A equipa já iniciou os trabalhos para a elaboração dos planos de negócio para quatro novas ULS: Guimarães, Aveiro, Entre o Douro e Vouga, e Leiria. Com estas quatro novas unidades, o SNS, que dispõe atualmente de oito ULS - Matosinhos (criada em 1999), Norte Alentejano (2007), Guarda (2008), Baixo Alentejo (2008), Alto Minho (2008), Castelo Branco (2010), Nordeste (2011) e Litoral Alentejano (2012) - passará a dispor de 12.

A sede da Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde vai funcionar transitoriamente nos contentores do antigo Hospital Pediátrico do São João, conhecido como "Joãzinho". No futuro, a sede do SNS deverá ser instalada num edifício do Estado na cidade do Porto. O espaço definitivo deverá estar em funcionamento dentro de alguns meses, após algumas intervenções na infraestrutura. 

A Direção Executiva do SNS terá uma delegação em Lisboa. Dos cinco membros, dois vão trabalhar a partir do Parque da Saúde, local onde tomam posse esta segunda-feira. A decisão foi anunciada em novembro pelo Ministro da Saúde, Manuel Pizarro, com “a intenção descentralizadora do Governo”.

Fique a conhecer cada membro da direção executiva do SNS

Jaime Alves

Jaime Alves é financeiro, do quadro do Ministério das Finanças, mas há muito a trabalhar na área da Saúde.

Atualmente ocupa o lugar de vogal financeiro do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central.

Porto Canal

 

Fátima Fonseca

Para a área dos cuidados de saúde primários, foi escolhida a médica de família Fátima Fonseca.

Responsável justamente por esta área no Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Alto Minho, que inclui os hospitais de Viana do Castelo e Ponte de Lima e os centros de saúde da região.

Porto Canal

 

Francisco Goiana da Silva

Sobre Francisco Goiana da Silva sabe-se que foi adjunto de Fernando Araújo, entre 2015 e 2018 quando este desempenhou funções de Secretário de Estado Adjunto da Saúde, durante o ministério de Adalberto Campos Fernandes. E nesta condição integrou várias vezes as delegações portuguesas nas assembleias da Organização Mundial da Saúde.

O médico, formado em Medicina, pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e Doutorado, desde janeiro de 2021, em "Health Policy, Global Health Innovation", pelo Imperial College Faculty of Medicine, tem-se dedicado intensivamente às áreas da promoção da saúde e prevenção da doença.

Atualmente Francisco Goiana da Silva é gestor da área de parcerias estratégicas da Google, e vai deixar Londres (onde vive) para regressar a Lisboa e abraçar esta nova função.

Porto Canal

 

Filomena Cardoso

Filomena Cardoso é, atualmente, a enfermeira diretora do Centro Hospitalar de S. João.

Integrou o Conselho de Administração do Hospital de São João, nos tempos em que Fernando Araújo era presidente.

Ilustra um dos segredos da gestão que transformou o São João no berço da revolução que o Governo pretende instalar no SNS: a atenção aos detalhes. E o faro para as grandes mudanças.

Porto Canal

 

Rita Moreira

Rita Moreira de 41 anos, é licenciada em Gestão pela Universidade Católica do Porto e, atualmente, desempenha a função de Vogal Executiva do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário do Porto desde finais de janeiro de 2019, sob proposta do Ministro das Finanças e da Ministra da Saúde.

Um cargo que lhe coloca desafios diariamente e acrescenta o sonho de fazer cada vez mais e melhor para o futuro da Saúde no país.

Porto Canal

 

Fernando Araújo é o novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde, entrou em funções no passado dia 2 e vai liderar, por um período de três anos, esta nova entidade que estará em pleno funcionamento apenas a partir de 1 de janeiro, com a entrada em vigor do Orçamento do Estado.

Segundo o Governo a direção executiva do Serviço Nacional de Saúde tem como missão "coordenar a resposta assistencial das unidades de saúde do SNS, assegurando o seu funcionamento em rede, a melhoria contínua do acesso a cuidados de saúde, a participação dos utentes e o alinhamento da governação clínica e de saúde".

+ notícias: País

Seis pessoas detidas pela PJ por arrecadarem mais de meio milhão de euros em esquema que envolvia cartões bancários

A PJ deteve seis pessoas que arrecadaram mais de 500 mil euros em esquema que utilizava cartões bancários em estabelecimentos comerciais e hotéis. A detenção provém da operação Mo & Ch@ndon, que aconteceu nas regiões de Lisboa, Braga e Coimbra.

Mais de 80% dos jovens diplomados têm emprego 3 anos após concluírem estudos

Cerca de 82% dos diplomados entre os 20 e 34 anos têm emprego três anos após concluírem o ensino secundário ou superior, segundo um relatório divulgado esta terça-feira que confirma as vantagens salariais associadas à maior formação académica.

Registados problemas em cartões da rede móvel da MEO

Alguns cartões de clientes da rede móvel da MEO estão a registar na manhã desta terça-feira alguns constrangimentos, disse à agência Lusa fonte da operadora de comunicações de voz do grupo Altice, sem adiantar mais pormenores.