Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Covid-19: Três pessoas violaram quarentena em Macau e arriscam 60 dias de prisão

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Macau, China, 24 mar 2020 (Lusa) -- Três pessoas violaram a quarentena de 14 dias à qual estavam obrigadas em Macau e arriscam agora uma pena de prisão de 60 dias, disseram hoje as autoridades do território em conferência de imprensa.

As infrações foram detetadas no decorrer de inspeções diárias que são conduzidas pelas autoridades, num momento em que 1.751 pessoas estão isoladas em oito hotéis convertidos em centros de quarentena e outras 700 nos respetivos domicílios.

Os casos identificados foram remetidos para o Ministério Público e envolvem dois residentes permanentes e um trabalhador não-residente.

As autoridades estão sob pressão para encontrarem espaços que possam acomodar milhares de pessoas que regressam agora ao território e que estão obrigadas a cumprir uma quarentena de 14 dias.

Algo que levou hoje o chefe do Governo a avisar as operadoras que exploram o jogo em Macau e possuem 'resorts' integrados a responderem ao desafio da responsabilidade social.

Ho Iat Seng anunciou também o reforço das restrições fronteiriças, medidas vão entrar em vigor às 00:00 de quarta-feira (16:00 de hoje em Lisboa).

As autoridades de Macau anunciaram na segunda-feira mais um caso de contágio da covid-19, elevando o número de infetados para 25 desde o início do surto do novo coronavírus.

Este foi o 15.º caso detetado pelas autoridades em pouco mais de uma semana, depois de Macau ter estado 40 dias sem identificar qualquer infeção.

Macau registou uma primeira vaga de dez casos em fevereiro, que já tiveram alta hospitalar. Após a deteção de novos casos, todos importados, as autoridades reforçaram medidas de controlo e restrições fronteiriças.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 345 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

JMC // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Putin ameaça com ataques "relâmpago" em caso de intromissão estrangeira

O Presidente russo, Vladimir Putin, ameaçou hoje que responderá com um ataque "relâmpago" a qualquer ingerência estrangeira na Ucrânia, onde está há dois meses em curso uma guerra desencadeada pela invasão do exército russo.

Pelo menos nove civis mortos por bombardeamentos russos no leste e sul da Ucrânia

Pelo menos nove civis morreram hoje na sequência de bombardeamentos do exército russo no leste e sul da Ucrânia, anunciaram as autoridades locais. De acordo com informações do governador da região de Lugansk (leste da Ucrânia), Sergey Gadai, três civis morreram debaixo de escombros de um prédio atingido por um bombardeamento na cidade de Popasna, para onde tinham fugido a fim de, segundo a mesma fonte, "se proteger de mísseis russos".

Um outro bombardeamento, que atingiu a cidade de Kharkiv (também no leste), a segunda maior da Ucrânia, matou três pessoas e deixou sete feridas, duas delas com gravidade, anunciou o governador regional, Oleg Synegoubov, apelando aos moradores para terem "muito cuidado e, se possível, não saírem dos abrigos".

Outros dois civis foram mortos e seis ficaram feridos na região de Donetsk, segundo o governador, Pavlo Kyrylenko.

NATO: Ministra da Defesa acredita que oposição turca a adesão de Suécia e Finlândia será ultrapassada

Bruxelas, 17 mai 2022 (Lusa) -- A ministra da Defesa, Helena Carreiras, disse hoje acreditar que os obstáculos colocados pela Turquia à adesão de Suécia e Finlândia à NATO serão ultrapassados, afirmando que essa é a convicção geral entre todos os Estados-membros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras