Covid-19: Covilhã cria linhas de apoio para grupos de risco

| País
Porto Canal com Lusa

Covilhã, Castelo Branco, 24 mar 2020 (Lusa) - A Câmara da Covilhã criou duas linhas de apoio destinadas a idosos, pessoas de risco e crianças com necessidades especiais para atenuar situações de eventual isolamento criadas pela pandemia da Covid-19, anunciou hoje aquela autarquia do distrito de Castelo Branco.

Em nota de imprensa enviada à agência Lusa, este município presidido por Vítor Pereira explica que foi criada uma linha de apoio de Psicologia Clínica e de Saúde, que está disponível através do contacto telefónico 275 330 645, e que "visa constituir uma primeira resposta em termos de acompanhamento e psicoterapia a idosos e pessoas em risco, relativamente a problemáticas de natureza pessoal e interpessoal, nomeadamente perturbações de ansiedade e de humor num momento de crise".

Segundo o referido, esta linha estará a cargo de Juliana Bastos de Oliveira, mestre em Psicologia Clínica e da Saúde, inscrita na Ordem dos Psicólogos Portugueses, que se disponibilizou para "colaborar de forma voluntária com o município neste importante instrumento de ajuda".

Foi igualmente criada a linha de apoio Terapia Ocupacional (275 330 644), que se destina "a crianças com necessidades específicas, com o objetivo essencial de prevenir e/ou compensar incapacidades/disfunções físicas, mentais ou outras, sujeitas a agravamentos derivados da elevada inatividade e do isolamento social".

No atendimento a esta linha estará Inês Pereira, terapeuta Ocupacional atualmente a exercer funções no Espaço dos Sentidos na Biblioteca Municipal, pós-graduada em Integração Sensorial e mestranda em Terapia Ocupacional - Saúde Mental.

Ambas as linhas de apoio estão disponíveis das 09:00 às 18:00, todos os dias úteis.

Citado na nota de imprensa, o presidente da Câmara da Covilhã, Vítor Pereira, refere que a criação destas linhas tem como propósito "atenuar os efeitos do isolamento social que o combate a esta pandemia obriga a manter".

O autarca identifica os idosos e as crianças com necessidades específicas, bem como as suas famílias, como "principais destinatários destas linhas, que poderão ser um importante instrumento para aumentar a qualidade de vida dos principais grupos de risco neste momento tão difícil".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19,já infetou mais de 345 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

Em Portugal, há 23 mortes e 2.060 infeções confirmadas, segundo o balanço feito na segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde.

Dos infetados, 201 estão internados, 47 dos quais em unidades de cuidados intensivos.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

Além disso, o Governo declarou no dia 17 o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

CYC // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

TAP vai procurar manter a atual frota automóvel até mais um ano

A Comissão Executiva da TAP informou esta quinta-feira, em comunicado, que vai procurar manter a atual frota automóvel pelo período máximo de um ano, por compreender o “sentimento geral dos portugueses”, após polémica sobre carros de luxo.

Governo prepara proposta de resposta a agravamento da taxa esforço na habitação

O secretário de Estado do Tesouro anunciou esta quinta-feira que o Governo está a preparar uma proposta no crédito à habitação de resposta ao agravamento da taxa de esforço das famílias, passando pela extensão do prazo ou suspensão da comissão de amortização.

Marcelo saúda proposta face à energia da Comissão como “justa, inteligente e adequada”

O Presidente da República saudou esta quinta-feiraa proposta da Comissão Europeia na área da energia, de reforço aos apoios às empresas e prolongamento das ajudas estatais, classificando-a como “justa, inteligente e adequada”.