Covid-19: Câmara da Guarda disponibiliza edifício para doentes em recuperação

| País
Porto Canal com Lusa

Guarda, 24 mar 2020 (Lusa) - A Câmara Municipal da Guarda disponibiliza o edifício do antigo Centro Apostólico, que foi arrendado à Diocese, para acolher doentes da covid-19 em recuperação, foi hoje anunciado.

"Estando o Hospital Distrital da Guarda ativado como unidade de segunda linha para contenção da infeção e tratamento dos infetados pela covid-19 e visto que entrámos numa fase de crescimento exponencial da epidemia, a Câmara Municipal da Guarda já tem disponível todo o imóvel do antigo Centro Apostólico para, caso se justifique, instalar doentes infetados com o coronavírus que estejam em recuperação", refere a autarquia em comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo a fonte, o edifício do antigo Centro Apostólico, que foi arrendado pela autarquia à Diocese da Guarda, "tem capacidade para 80 pessoas" e "será prontamente disponibilizado" logo "que as necessidades do Hospital da Guarda assim o justifiquem".

O município esclarece que a medida "está a ser executada em estreita articulação com a administração da Unidade Local de Saúde da Guarda".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 345 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro de 2019, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, com a Itália a ser o país do mundo com maior número de vítimas mortais, com 6.077 mortos em 63.927 casos.

Os países mais afetados a seguir à Itália e à China são a Espanha, com 2.182 mortos em 33.089 infeções, o Irão, com 1.812 mortes num total de 23.049 casos, a França, com 860 mortes (19.856 casos), e os Estados Unidos, com 390 mortes (31.057 casos).

Em Portugal, há 23 mortes e 2.060 infeções confirmadas, segundo o balanço feito segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde.

Dos infetados, 201 estão internados, 47 dos quais em unidades de cuidados intensivos.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

Além disso, o Governo declarou no dia 17 o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

ASR // SSS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Católica favorece admissão de aluno em Medicina por ser “descendente de beneméritos” da Instituição

A Universidade Católica Portuguesa divulgou o resultado das Candidaturas ao Mestrado Integrado em Medicina. Na lista é possível verificar que a instituição beneficiou a admissão de um aluno por ser "descendente em linha reta de beneméritos insignes” da Universidade, tendo o candidato em questão uma média inferior a alguns estudantes cuja admissão está "condicionada à existência de vagas". O caso tem gerado polémica nas redes sociais com várias pessoas a questionarem a honestidade do processo, referindo que favorece a "herança" face à "meritocracia".

Oito jesuítas envolvidos em casos de abuso sexual de menores em Portugal entre 1950 e 1990

A Província Portuguesa da Companhia de Jesus anunciou hoje ter apurado, “com um grau de probabilidade elevada”, a ocorrência de casos de abuso sexual de menores cometidos por oito jesuítas, entre 1950 e o início da década de 1990.

Portugal estuda cooperação académica com Stanford em matéria ambiental

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta segunda-feira que Portugal está a estudar um quadro de cooperação académica com a nova Faculdade de Sustentabilidade da Universidade de Stanford, na Califórnia.