Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Ministério do Ambiente garante que não há bactéria legionella em empresa da Maia

Ministério do Ambiente garante que não há bactéria legionella em empresa da Maia
| Norte
Porto Canal com Lusa

O Mistério do Ambiente revelou hoje que análises realizadas pela Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território revelaram inexistência da bactéria legionella pneumophila na empresa Sakthi, localizada na Maia.

Em comunicado o gabinete liderado por Matos Fernandes refere que foi realizada no local uma inspeção extraordinária na última segunda-feira, tendo sido recolhidas amostras de água das torres de refrigeração e do tanque de arrefecimento e que os resultados analíticos conhecidos hoje "revelaram a ausência de Legionella pneumophila em todas as amostras recolhidas".

"[Confirma-se] que a empresa se encontra a dar cumprimento ao plano de manutenção das instalações. Não se verifica, assim, qualquer risco decorrente destas, e, por essa razão, não se justifica a adoção de quaisquer medidas subsequentes", lê-se na nota do Ministério do Ambiente.

Um novo caso de "doença dos legionários" no concelho da Maia foi hoje notificado pelas autoridades de saúde, subindo para três o número de confirmações de pessoas infetadas com a bactéria 'Legionella', anunciou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

+ notícias: Norte

Câmara de Famalicão exige que Governo pague municipalização de estradas nacionais

A Câmara de Famalicão recorreu à justiça para exigir que o Estado pague o valor da contrapartida acordada pela municipalização de estradas nacionais. A autarquia pede em tribunal mais de dois milhões e meio de euros. A infraestrutturas de Portugal diz que aguarda a decisão judicial.

Funcionárias denunciam casos de assédio sexual e de falta de higiene em IPSS de Ponte de Lima

Várias funcionárias da Casa da Caridade de Ponte de Lima acusam o Presidente da Direção de assédio sexual e dizem ainda que há falta de condições no lar de idosos. Garantem que chove no interior do edifício e que há ratos e baratas nos alimentos. A queixa já chegou ao Ministério Público.

Povo indignado tranca padre em centro paroquial em Vila das Aves

O padre de Vilas das Aves, em Santo Tirso, foi retido por populares no edifício do centro paroquial, por se recusar a realizar um funeral marcado para esta sexta-feira. Tudo porque as cerimónias fúnebres coincidiam com a visita do Bispo Auxiliar de Braga à paróquia.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS