Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

Ministério do Ambiente garante que não há bactéria legionella em empresa da Maia

Ministério do Ambiente garante que não há bactéria legionella em empresa da Maia
| Norte
Porto Canal com Lusa

O Mistério do Ambiente revelou hoje que análises realizadas pela Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território revelaram inexistência da bactéria legionella pneumophila na empresa Sakthi, localizada na Maia.

Em comunicado o gabinete liderado por Matos Fernandes refere que foi realizada no local uma inspeção extraordinária na última segunda-feira, tendo sido recolhidas amostras de água das torres de refrigeração e do tanque de arrefecimento e que os resultados analíticos conhecidos hoje "revelaram a ausência de Legionella pneumophila em todas as amostras recolhidas".

"[Confirma-se] que a empresa se encontra a dar cumprimento ao plano de manutenção das instalações. Não se verifica, assim, qualquer risco decorrente destas, e, por essa razão, não se justifica a adoção de quaisquer medidas subsequentes", lê-se na nota do Ministério do Ambiente.

Um novo caso de "doença dos legionários" no concelho da Maia foi hoje notificado pelas autoridades de saúde, subindo para três o número de confirmações de pessoas infetadas com a bactéria 'Legionella', anunciou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

+ notícias: Norte

ARS está a acompanhar surto de papeira na Faculdade de Engenharia do Porto

A Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) divulgou hoje que está em fase de investigação e tratamento um surto de parotidite epidémica (papeira) na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

Acidente entre um camião e um carro provoca oito feridos em Gondomar. Três são graves

Um acidente entre um camião e um veículo ligeiro na estrada D. Miguel, em Gondomar, provocou esta segunda-feira oito feridos, sendo três crianças em estado grave e cinco ligeiros, avança fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto ao Porto Canal.

Casal de Ílhavo está em risco de ficar sem casa por dívida ao banco

Uma família em Ílhavo está prestes a ser despejada de casa. O casal está desempregado e deixou de pagar a prestação ao banco há três anos, tendo um orçamento mensal de 300 euros. O casal e garante ja ter pedido ajuda à autarquia mas até agora sem sucesso.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

Imperdíveis

Casa Ermelinda Freitas em Águas...