Metro do Porto. Linha Rubi deverá captar 12 milhões de validações por ano

Metro do Porto. Linha Rubi deverá captar 12 milhões de validações por ano
| Porto
Porto Canal

A Linha Rubi será a segunda ligação de metro entre o Porto e Gaia e promete captar até 12 milhões de validações por ano, quase alcançando as registadas na Linha Amarela, que Hospital de S. João, no Porto, e Santo Ovídio em Gaia. Esse traçado encontra-se a cima da sua capacidade e a nova permitirá fazer uma melhor distribuição de passageiros.

De acordo com o Jornal de Notícias (JN), a Linha Rubi terá um total de oito estações. Destas, três, localizadas em Gaia, ficarão à superfície. Já subterrânea, mas também em Gaia, terá a estação de Soares de Reis que, de acordo com o mesmo jornal, será a mais cara devido à sua profundida (23 metros).

O concurso para a construção da travessia deverá ser lançado em conjunto e deverá arrancar já no final deste mês. De acordo com o JN, a obra deverá começar entre o final de outubro e o início de novembro, mas tendo em conta que os 300 milhões de euros previstos no Plano de Recuperação e Resiliência não serão suficientes, os preços encontram-se em revisão para que o concurso seja lançado com o valor atualizado.

+ notícias: Porto

Antigo Aleixo (re)nasce com promessa de habitação acessível

A Câmara Municipal do Porto aprovou esta quarta-feira a abertura da discussão pública da delimitação da Unidade de Execução do Aleixo para onde está prevista a construção de edifícios em altura e de um parque verde.

Por apenas um euro há um táxi no Porto que o deixa “mais perto” de casa

Autocarros, metro, bicicletas e até mesmo trotinetes. É inegável que a mobilidade avança a bom ritmo no Porto e a existência dos diferentes modos facilita a vida de quem circula na cidade. Mas engana-se quem pensa que o transporte público chega a todos os cantos da Invicta. Para colmatar este problema, a Câmara do Porto lançou, em maio, o “+Perto”, um serviço que promete simplicidade: por um euro, os utilizadores podem chamar um táxi que os leva até um ponto com ligação a outros transportes.

APDL esclarece que “nunca esteve em causa” retirar os feirantes do cais da Ribeira

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) esclareceu esta quarta-feira que “nunca esteve em causa a retirada” dos feirantes da ribeira do Porto, depois de ter pedido à junta de freguesia para cancelar as licenças.