Metro do Porto reforça Linha Amarela com novos veículos

Metro do Porto reforça Linha Amarela com novos veículos
| Porto
Porto Canal

As novas composições CT vão fazer o reforço da operação do metro do Porto, com foco para a Linha Amarela, avança fonte da empresa ao Porto Canal. A entrada em circulação deve acontecer "em finais de setembro ou início de outubro”, aquando da entrada em vigor do horário de inverno.

Com a entrada em circulação das 18 novas composições, que atingem os 80km/h, a Linha Amarela, entre o Hospital de São João e Santo Ovídio, em Vila Nova de Gaia, será a mais reforçada com a circulação de “12 veículos por hora em cada sentido, em hora de ponta”, afirma fonte da Metro do Porto. Em feveiro deste ano, o presidente da Metro do Porto, Tiago Braga, afirmava que as novas composições iriam circular em todas as linhas.

Com a circulação de 12 veículos por hora podem ser esperadas composições a cada cinco minutos em cada sentido durante a hora de ponta.

A extensão da Linha Amarela, de Santo Ovídio até Vila D’Este, está em curso, com as previsões de conclusão a apontar para o final deste ano, altura em que o reforço será superior. Está prevista a circulação de “16 veículos” em cada sentido durante a hora de ponta.

A entrada em circulação das novas composições estava prevista para este mês, mas, de acordo com fonte da Metro do Porto, tal só deverá acontecer “em finais de setembro ou início de outubro”, aquando da entrada em vigor do horário de inverno.

A primeira composição CT da Metro do Porto entrou em testes em janeiro deste ano. Nesta fase estão em curso os testes de circulação, não tendo sido registados problemas relevantes, afirma fonte da empresa.

Estas novas composições precisam ainda de ser homologadas. O processo está em curso, já que só pode ser efetuado no final do período de testes. 

As composições CT, com capacidade para 244 passageiros, dos quais 64 sentados, foram compradas à empresa chinesa China Railway Rolling Stock Corp. Os novos veículos “representam um investimento de 49,6 milhões de euros, financiados pelo POSEUR e pelo Fundo Ambiental”, refere a empresa. O presidente da Metro do Porto, Tiago Braga, afirmava, em dezembro de 2022, que as 18 novas composições trazem "um reforço importante à frota do Metro, que passará das atuais 102 para 120 composições".

+ notícias: Porto

Um ano depois do novo regulamento, Movida continua a não dar descanso aos moradores da Baixa do Porto

“Eles ficam com o dinheiro, e nós ficamos com o barulho”. O desabafo de Paula Amorim perdura há mais de 15 anos, altura em que a vida noturna começou a crescer na Baixa do Porto. A moradora, juntamente com outra, Sara Gonçalves, tem sido o rosto de uma luta que parece não ter fim, nem com um novo regulamento lançado há um ano: “Não desisto porque tenho direito ao descanso”. Câmara admite rever regras.

Porto vai ter mais ruas com acesso condicionado a automóveis

O executivo municipal aprovou por maioria, na reunião desta segunda-feira, a aquisição de serviços para a manutenção do sistema de gestão das Zonas de Acesso Automóvel Condicionado (ZAAC) existentes. Mas vão ser criadas novas zonas.

Metrobus. Acesso da Avenida da Boavista à Rua António José da Costa vai estar interdito

Com a construção da primeira fase do traçado do metrobus, o acesso da Avenida da Boavista à Rua António José da Costa estará interdito a partir de terça-feira e até 12 de abril. Desta forma, os automobilistas que tencionem dirigir-se a esta artéria terão de seguir pelas ruas António Cardoso e António Patrício.