Consórcio espanhol ganha Linha Rubi e nova ponte do Metro do Porto

Consórcio espanhol ganha Linha Rubi e nova ponte do Metro do Porto
Porto Canal/Pedro Benjamim
| Porto
Porto Canal

A nova linha Rubi do Metro do Porto, que inclui a construção de uma nova ponte sobre o Douro na zona da Arrábida, vai ficar a cargo de um consórcio espanhol, constituído pelas empresas FCC e Contratas y Ventas, avança o Negócios. Incluída no consórcio está uma empresa de Famalicão, a Alberto Couto Alves.

O jornal especializado em economia diz ter tido acesso ao relatório do júri do concurso para a construção da nova linha de metro que aponta a adjudicação ao consórcio espanhol, por ter apresentado a concurso o valor mais barato para a execução do projeto: 380 milhões de euros. O consórcio concorrente formado pelas empresas portuguesas Casais, Conduril, Teixeira Duarte, Alves Ribeiro e Somafel apresentaram uma proposta de 435 milhões de euros.

Ambas as propostas estão acima do valor base de 370 milhões

Ao Porto Canal, a Metro do Porto recusa comentar a notícia dada pelo Negócios, mas destaca que o relatório final do júri ainda não está produzido. O objetivo da empresa liderada por Tiago Braga é arrancar com os trabalhos da Linha Rubi ainda este ano, e fazer com que todo o projeto esteja pronto e em funcionamento em 2026.

No final do verão, o deputado do PSD Firmino Pereira tinha considerado que a Metro do Porto tinha feito "um mau caderno de encargos" para a construção da Linha Rubi, criticando "só" haver duas propostas e acima do valor base do concurso público.

"É de concluir que a Metro do Porto fez um mau caderno de encargos, irrealista e fora do contexto dos preços de mercado. A Administração do Metro do Porto tem de ser responsabilizada por erros de cálculo pouco admissíveis num concurso que teve muito tempo de preparação", pode ler-se num requerimento enviado ao ministro do Ambiente, Duarte Cordeiro.

O deputado considera que a preparação do concurso público da Linha Rubi é "demonstrativa da falta de planeamento da Metro do Porto", recordando que o preço inicial previsto para a empreitada, 299 milhões de euros, passou para 370 milhões, algo que a empresa atribui ao contexto inflacionista no setor da construção.

A linha Rubi ligará a Casa da Música, no Porto, a Santo Ovídio, em Gaia, inclui a construção de uma nova ponte sobre o rio Douro, a ponte D. Antónia Ferreira, e terá um custo total de 435 milhões de euros, dos quais 299 milhões têm financiamento garantido pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), e a sua construção terá de estar finalizada até meio de 2026.

+ notícias: Porto

António Costa no Porto este sábado para se juntar à campanha do PS

O primeiro-ministro ainda em funções, António Costa, irá participar pela primeira vez na campanha eleitoral do Partido Socialista. O demissionário juntar-se-á a Pedro Nuno Santos para uma ação de campanha num comício no Porto que está previsto para as 18h30 deste sábado.

Porto é um dos distritos mais afetados pelas burlas 

Portugal registou um aumento de 21.548 crimes de burlas face ao ano passado, informou, este sábado, a Guarda Nacional Republicana (GNR) em comunicado enviado às redações.

Metro do Porto reforça operação em dia de Clássico no Dragão

A Metro do Porto anunciou, este sábado, numa publicação na rede social X, o reforço da operação da rede de transporte no final de tarde de domingo, devido ao jogo entre o FC Porto e o Benfica, a contar para a 24.ª jornada da Liga.