Terminal do Campo 24 de Agosto vai encerrar. A mudança para Campanhã vai triplicar a oferta?

Terminal do Campo 24 de Agosto vai encerrar. A mudança para Campanhã vai triplicar a oferta?
| Porto
Porto Canal

A partir do dia 22, a oferta no Terminal Intermodal de Campanhã vai “quase triplicar”. A previsão é feita pela STCP, e ocorre no seguimento da mudança da operação da Rede Expressos no Porto para a infraestrutura inaugurada a 20 de julho.

“Todos os serviços de transporte expresso afetos ao Terminal Campo 24 de Agosto passarão para o Terminal Intermodal de Campanhã (TIC), no Porto. Já não é possível comprar bilhetes com viagens a ser efetuadas a partir do dia 22 de Novembro, com ida/regresso para o Terminal Campo 24 de Agosto”, adiantou a Rede Expressos.

A chegada ao TIC da maior empresa de transporte rodoviário de passageiros a operar em Portugal vai provocar um crescimento exponencial na operação. “Cerca de 40 mil pessoas vão passar diariamente pela nova estrutura, inaugurada em julho, onde serão realizados cerca de 700 horários todos os dias”, adiantava o Jornal de Notícias na edição desta sexta-feira, acrescentando que: “O terminal do Campo 24 de Agosto é assim encerrado, cumprindo-se desta forma a vontade da Câmara do Porto de libertar o centro urbano da cidade da circulação de veículos pesados de passageiros.”

“Vamos quase triplicar a oferta e já temos pedidos de novas linhas para a Flixbus e para a Gipsyy que estão em fase de autorização. Também a Rede Expressos já pediu uma nova linha”, congratulou-se a gerente da STCP Serviços, Teresa Stanislau, citada pelo mesmo jornal.

O aumento da oferta implicará algumas adaptações na infraestrutura, admitiu a mesma responsável: “De repente teremos muita gente, o que pode gerar alguma confusão, quer ao passageiro, quer aos operadores. Não é só o facto de o espaço ser novo, mas a própria gestão e a forma como se organiza a abordagem aos cais de embarque. Vamos criar com esta ida da Rede Expressos para o TIC uma zona de reforço. Onde hoje são os lugares de estacionamento para os autocarros vamos ter uma área que levará à duplicação desses cais, precisamente para permitir esta fase de transição.”

+ notícias: Porto

Proposta de criminalização do consumo de droga “não é feliz”, defende membro do grupo municipal de Rui Moreira

Pedro Schuller, membro da Assembleia Municipal eleito pelo “Porto, o Nosso Movimento”, considera que a proposta apresentada por Rui Moreira para a criminalização do consumo de droga [em espaços públicos] não “foi feliz ou adequeada”. O jovem dirigente da Iniciativa Liberal considera que “Portugal é um caso de sucesso, precisamente por tratar a droga como um problema de saúde pública e não como um problema legal”. Sobre a moção, aprovada pelo executivo na semana passada, diz que o objetivo de alertar para a problemática da droga no Porto “foi conseguido” mas que, “com mais cuidado, o objetivo tinha sido cumprido de uma forma mais consequente”.

Centro de apoio a sem-abrigo apela a revisão do plano de contingência do Porto

O Centro de Apoio ao Sem Abrigo (CASA) do Porto apelou esta quinta-feira à alteração do plano de contingência municipal, por considerar “redutor” o critério da temperatura mínima de 3 graus Celsius que determina a sua ativação.

Camião 'engolido' em aluimento de terras no centro do Porto

Um veículo pesado foi esta quinta-feira engolido na Rua Trindade Coelho, na zona entre a interseção com a Rua das Flores e o Largo dos Loios.