Transdev e Câmara do Porto divergem sobre termos da ida dos expressos para Campanhã

Transdev e Câmara do Porto divergem sobre termos da ida dos expressos para Campanhã
| Porto
Porto Canal/ Agências

A Transdev e a Câmara do Porto divergiram esta quinta-feira acerca dos termos da ida dos autocarros expresso do Campo 24 de Agosto para Campanhã, com a empresa a falar em "decisão" da autarquia e esta numa "recomendação".

"A decisão sobre a descontinuidade da operação no terminal do Campo 24 de Agosto decorre da decisão da Câmara Municipal do Porto, no âmbito da política de transportes que preconiza, de fazer do Terminal Intermodal de Campanhã (TIC) a plataforma de ligação intermodal da cidade", pode ler-se numa resposta da empresa a questões da Lusa, ao final da tarde de quarta-feira.

Segundo a Transdev, "é nessa opção política da Autoridade de Transportes da cidade (a Câmara) que recai o ónus da não continuidade da operação no Campo 24 de Agosto e a sua transferência para para o TIC".

Já na manhã de desta quinta-feira, questionada pela Lusa, fonte oficial da Câmara do Porto assegurou que se tratou de uma "recomendação" feita à empresa de transportes que operava no terminal do Campo 24 de Agosto.

A notícia da saída da Transdev do Campo 24 de Agosto foi inicialmente avançada pelo Porto Canal.

A gerente do terminal do Campo 24 de Agosto, Tânia Correia Leite, da empresa Cidades e Variantes Parques de Estacionamento (CVPE), disse à Lusa que "havia uma pressão, realmente, para o fecho do Terminal 24 de Agosto".

"É lógico. O intermodal está aberto desde julho e houve ali um período em que não houve adesão", considerou.

O terminal de 24 de Agosto, atualmente sem serviços de autocarros e apenas com algumas lojas abertas, deverá encerrar após dia 30, disse à Lusa a gerente.

O terminal do Campo 24 de Agosto foi inaugurado em maio de 2017.

No dia 9 de novembro, a Rede Expressos anunciou que a sua operação no terminal do Campo 24 de Agosto passaria integralmente para o Terminal Intermodal de Campanhã, depois de ter iniciado a sua operação no dia 01 de agosto na nova infraestrutura, inaugurada em julho.

+ notícias: Porto

Proposta de criminalização do consumo de droga “não é feliz”, defende membro do grupo municipal de Rui Moreira

Pedro Schuller, membro da Assembleia Municipal eleito pelo “Porto, o Nosso Movimento”, considera que a proposta apresentada por Rui Moreira para a criminalização do consumo de droga [em espaços públicos] não “foi feliz ou adequeada”. O jovem dirigente da Iniciativa Liberal considera que “Portugal é um caso de sucesso, precisamente por tratar a droga como um problema de saúde pública e não como um problema legal”. Sobre a moção, aprovada pelo executivo na semana passada, diz que o objetivo de alertar para a problemática da droga no Porto “foi conseguido” mas que, “com mais cuidado, o objetivo tinha sido cumprido de uma forma mais consequente”.

Centro de apoio a sem-abrigo apela a revisão do plano de contingência do Porto

O Centro de Apoio ao Sem Abrigo (CASA) do Porto apelou esta quinta-feira à alteração do plano de contingência municipal, por considerar “redutor” o critério da temperatura mínima de 3 graus Celsius que determina a sua ativação.

Camião 'engolido' em aluimento de terras no centro do Porto

Um veículo pesado foi esta quinta-feira engolido na Rua Trindade Coelho, na zona entre a interseção com a Rua das Flores e o Largo dos Loios.