"Estamos em contrarrelógio". Não há risco de derrame em navio ao largo de Leixões, mas mau tempo acelera necessidade de reboque 

| Norte
Porto Canal

O comandante do Porto de Leixões afirmou esta quinta-feira que não há perigo de derrame no navio Greta K, onde deflagrou um incêndio. Ainda assim, o capitão Silva Rocha realçou que "o mau tempo está a aproximar-se", estando as autoridades a trabalhar no sentido de atracar o navio o quanto antes.

"A decisão do Estado português é de permitir a entrada do navio no Porto de Leixões. Aguardamos a verificação do requisito legal e a autorização do armador, portanto o proprietário do navio, para que isso venha a acontecer", começou por dizer, em conferência de imprensa. 

O responsável reforçou ainda que, perante o agravamento das condições climatéricas, "desde o meio da tarde teremos já uma altura significativa das ondas, bastante problemática para a operação do navio, e, portanto, exige alguma rapidez agora nesta fase". 

O comandante do porto de Leixões reiterou também que não há perigo de derrame, estando "controlado desde o primeiro momento. Estamos com uma equipa reforçada e com material em prontidão imediata para qualquer necessidade, mas, neste momento, não há perigo que venha a acontecer", destacou. 

Relativamente à origem do incêndio, o capitão Silva Rocha referiu que alguns dos 16 tripulantes da embarcação já começaram a ser ouvidos no âmbito do inquérito administrativo e técnico para perceber o que motivou a ocorrência e fazer uma avaliação do problema, mas sem qualquer cariz judicial. O processo "irá prosseguir a partir de agora", concluiu. 

+ notícias: Norte

Idoso transportado para o São João depois de paragem cardiorrespiratória no Mar Shopping

Um idoso foi transportado para o Hospital São João, no Porto, depois de ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória, na manhã desta segunda-feira, no centro comercial Mar Shopping, em Matosinhos.

Autocarros da Avic voltam a circular em Viana do Castelo esta terça-feira

A Avic vai repor a partir de terça-feira o transporte público urbano e interurbano em Viana do Castelo, invocando um parecer da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) para que operadores do grupo sejam “adequadamente compensados” pelo serviço.

IP anuncia avanços nos investimentos para a modernização da Linha do Douro

A Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou esta segunda-feira avanços nos projetos de modernização da Linha Ferroviária do Douro relativamente à eletrificação do troço Régua – Pocinho e ao estudo para a reabertura da via até Barca d’Alva.