Info

Covid-19: Mais 86 infetados, três óbitos e 105 pessoas recuperadas em Angola

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Luanda, 15 jan 2021 (Lusa) -- Angola registou, nas últimas 24 horas, 86 novos casos de covid-19, três óbitos e 105 pessoas recuperadas, segundo o boletim epidemiológico da Direção Nacional de Saúde Pública hoje divulgado.

Os novos casos foram notificados em Luanda (35), Huambo (22), Zaire (11), Bié (5), Uíje (4), Cabinda (4), Huíla (2), Moxico (2) e Malanje (1).

As idades variam entre 1 e 76 anos, sendo 46 do sexo masculino e 40 feminino.

Neste período, três pessoas morreram devido à covid-19 e outras 105 foram recuperadas.

Os laboratórios angolanos processaram 1.641 amostras por RT-PCR, num cumulativo de 332.816 testes realizados.

Desde o início da pandemia, Angola contabiliza um total de 18.765 casos, incluindo 16.225 recuperados, 2.109 ativos e 431 óbitos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.009.991 mortos resultantes de mais de 93,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

RCR // JH

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Nova variante do coronavírus chama-se Omicron e é de preocupação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou hoje como "de preocupação" a nova variante B.1.1.529 do coronavírus que causa a covid-19, detetada pela primeira vez na África do Sul, e designou-a pelo nome Omicron.

Putin contacta Erdogan e critica utilização de drones turcos pela Ucrânia

Moscovo, 03 dez 2021 (Lusa) -- O Presidente turco, Vladimir Putin, criticou hoje em contacto telefónico com o líder turco, Recep Tayyip Erdogan, a utilização de drones turcos pela Ucrânia na região do Donbas, controlada pelos separatistas pró-russos.

Covid-19: Incidência em Espanha sobe 14 pontos para 248 casos

Madrid, 03 dez 2021 (Lusa) -- A incidência de covid-19 em Espanha aumentou para 248 casos por 100.000 habitantes, com 13.738 novas infeções, enquanto a pressão hospitalar nas unidades de cuidados intensivos subiu para 8,84%.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.