Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Sete mil pessoas assinaram já petição pela despenalização da Eutanásia

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 29 fev (Lusa) -- Sete mil pessoas assinaram já a petição pública pela despenalização da morte assistida apresentada há cerca de uma semana pelo movimento cívico "Direito a morrer com dignidade".

A petição, dirigida à Assembleia da República, está disponível online e o texto que a acompanha é o mesmo do manifesto assinado por mais de 100 personalidades da sociedade portuguesa que defendem a despenalização da eutanásia.

No texto, o movimento assume-se como um conjunto de cidadãos, "unidos na valorização privilegiada do direito à liberdade".

"Defendemos, por isso, a despenalização e regulamentação da morte assistida como uma expressão concreta dos direitos individuais à autonomia, à liberdade religiosa e à liberdade de convicção e consciência, direitos inscritos na Constituição", lê-se no texto da petição.

Apontam que a morte assistida consiste em antecipar ou abreviar a morte de doentes em grande sofrimento e sem esperança de cura, desde que seja em resposta a um pedido do próprio, feito de forma informada, consciente e reiterada.

Menos de 48 horas depois de ser lançada, a petição online já tinha ultrapassado as 4.000 assinaturas, fazendo com que se torne inevitável a sua discussão em plenário no parlamento.

Uma semana depois de ter sido lançada online (no dia 21 de fevereiro), a petição atingiu hoje de manhã as sete mil assinaturas.

ARP // SO

Lusa/fim

+ notícias: País

Estudo europeu conclui que população idosa portuguesa é pouco saudável

A população idosa portuguesa tem baixos níveis de saúde, em comparação com a de outros países europeus, de acordo com "o maior estudo" sobre envelhecimento realizado na Europa e hoje divulgado pela Universidade de Coimbra (UC).

Homem de 45 anos morre devido a ferimentos causados pelo mar em Espinho

Um homem de 45 anos morreu, este domingo, após ser retirado do mar da praia do Bairro dos Pescadores, em Espinho, em paragem cardiorrespiratória, e outras quatro pessoas, da mesma família, foram retiradas da água com vida, apurou o Porto Canal no local.

Atualizado 15-07-2018 15:12

Despiste de mota provoca um morto em Ovar

Um homem com cerca de 70 anos morreu, este domingo, após um despiste de mota na rua do Sol, em Arada, Ovar, apurou o Porto Canal com fonte dos Bombeiros Voluntários de Ovar.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Exposição 'Frida Kahlo -...