Info

Primeiro-ministro ucraniano indignado com relatos com exigência de registo de judeus

Primeiro-ministro ucraniano indignado com relatos com exigência de registo de judeus
| Mundo
Porto Canal

O primeiro-ministro da Ucrânia manifestou a sua indignação com relatos de homens mascarados na principal cidade do leste do país estarem a distribuir panfletos onde exigem que os judeus se registem ou sejam expulsos, noticiou a NBC News.

Os membros da comunidade judaica da cidade de Donetsk, leste da Ucrânia, relataram que desde sexta-feira são distribuídos panfletos com a exigência do registo de judeus.

O primeiro-ministro Arseniy Yatsenyuk apelou às forças de segurança para deterem os responsáveis da ação e entrega-los à justiça, disse numa entrevista à NBC que será hoje transmitida na totalidade.

O incidente ocorreu quando um grupo de cerca de duas dezenas de judeus abandona a sinagoga no início da semana. Três homens encapuzados distribuíam panfletos e mostravam a bandeira russa e o símbolo usado pelos separatistas de Donetsk.

As notícias sobre o movimento já provocaram manifestações de repúdio e preocupação internacional, nomeadamente dos responsáveis norte-americanos.

O chefe do Governo ucraniano recordou também que Vladimir Putin pretende "restaurar" a antiga União Soviética o que considerou ser o "maior desastre do século".

+ notícias: Mundo

Covid-19: China aprova vacina para uso exclusivo dos militares

A China aprovou esta segunda-feira uma vacina contra o novo coronavírus, para uso interno no Exército de Libertação Popular, as forças armadas do país, após resultados positivos nos ensaios clínicos.

Covid-19: França regista mais 18 mortes nas últimas 24 horas

Paris, 03 jul 2020 (Lusa) -- A França registou nas últimas 24 horas 18 mortes associadas ao novo coronavírus, elevando o total de óbitos para 29.893, indicaram hoje as autoridades sanitárias francesas.

PR guineense volta a nomear para o Governo os cinco ministros exonerados no domingo

Bissau, 03 jul 2020 (Lusa) - O Presidente guineense, Umaro Sissoco Embaló, voltou hoje a nomear para o Governo os cinco ministros exonerados no domingo, a pedido do primeiro-ministro, Nuno Nabian, anunciou a Presidência do país, através de um decreto.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.