ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

MNE russo acusa Kiev de "infringir grosseiramente" acordo de Genebra

MNE russo acusa Kiev de "infringir grosseiramente" acordo de Genebra
| Mundo
Porto Canal

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, acusou hoje o Governo da Ucrânia de "infringir grosseiramente" o acordo internacional assinado na semana passada em Genebra para reduzir a tensão no país.

"Não só o acordo de Genebra não está a ser respeitado, como estão a ser tomadas medidas, nomeadamente por aqueles que tomaram o poder em Kiev, que o infringem grosseiramente", disse Lavrov numa conferência de imprensa em Moscovo.

O acordo de Genebra, assinado na quinta-feira, prevê entre outras medidas o desarmamento de todos os grupos ilegais e a evacuação de todos os edifícios públicos ocupados, na capital ou no leste do país.

Segundo o ministro russo, as autoridades de Kiev "declaram abertamente que o acordo de Genebra não se aplica a Maidan", a praça do centro da capital onde permanecem acampados e barricados manifestantes, o que "é inaceitável".

Estados Unidos e Rússia acusam-se mutuamente de ingerência na Ucrânia e falta de vontade política para aplicar o acordo de Genebra.

Washington, que acusa Moscovo de estar por detrás dos conflitos no leste da Ucrânia, apelou à Rússia para fazer pressão sobre as forças pró-russas que controlam a administração regional de Donetsk e de outras cidades do leste, ameaçando com novas sanções.

"As tentativas de isolar a Rússia são em vão, porque é impossível isolar a Rússia do resto do mundo", disse hoje Lavrov.

"Em primeiro lugar, porque somos uma grande potência, independente e que sabe o que quer. E, em segundo lugar, porque uma maioria esmagadora de países não quer isolar a Rússia", disse.

+ notícias: Mundo

Covid-19: Putin diz que Rússia já registou vacina e que a filha foi inoculada. Vacina não completou a Fase 3

A Rússia tornou-se hoje o primeiro país do mundo a registar uma vacina contra o novo coronavírus, anunciou o presidente russo, Vladimir Putin, acrescentando que uma das suas filhas já foi inoculada. 

Covid-19: Vacina russa entra em circulação em 01 de janeiro de 2021

Moscovo, 11 ago 2020 (Lusa) - A primeira vacina a covid-19 registada no mundo, anunciada hoje pelo Presidente russo, Vladimir Putin, vai entrar em circulação em 01 de janeiro de 2021, segundo o Ministério da Saúde da Rússia.

Acidente com avião da Air Índia Express causa 14 mortos e 123 feridos

Pelo menos 14 pessoas morreram e 123 ficaram feridas, 20 delas com gravidade, depois de um avião da Air Índia Express ter saído da pista após aterrar no meio de chuva torrencial num aeroporto no sul da Índia, indicou a polícia.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.