Universidade Fernando Pessoa, no Porto, vai ter de explicar irregularidades na aprovação do curso de Medicina

Universidade Fernando Pessoa, no Porto, vai ter de explicar irregularidades na aprovação do curso de Medicina
| Porto
Porto Canal

A Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) quer um “cabal esclarecimento” da Universidade Fernando Pessoa (UFP) sobre a “utilização abusiva” de nomes de médicos para a aprovação do curso de Medicina da instituição privada. Segundo uma investigação avançada pelo jornal Público, há médicos apontados na candidatura como “orientadores de estágios” ou “formadores” que não foram contactados nem sabiam da inclusão da candidatura da Fernando Pessoa.

O caso começou há mais de uma semana, quando o Público encontrou quatro clínicos que dizem não ter tido “em algum momento contratos de prestação de serviço com o hospital da Fundação Fernando Pessoa, em Gondomar”, e que não deram consentimento para que os seus nomes estivessem nas listas da universidade. A Ordem dos Médicos abriu uma investigação interna para perceber quantos médicos surgem na candidatura da UFP sem terem dado a devida autorização.

Segundo um comunicado divulgado esta segunda-feira, a A3ES diz que vai exigir um esclarecimento imediato à UFP, defende que o processo de acreditação da universidade privada tem sido “normal” até agora, e garante que a UFP não teve comportamentos que suscitassem dúvidas até ao momento.

A autorização de funcionamento do novo curso de Medicina da UFP é válida por um ano e pode ser revalidado por outros três se se comprovar que a instituição de ensino cumpre um conjunto de requisitos.

+ notícias: Porto

Incêndio em colégio no Porto já está extinto

O incêndio que deflagrou ao início da tarde de deste domingo no Colégio Flori, no Porto, "já está extinto" e em fase de rescaldo e ventilação, adiantaram ao Porto Canal as autoridades.

Last Folio: as duras memórias do Holocausto 

O Museu e Igreja da Misericórdia do Porto acolhem a exposição internacional LAST FOLIO acompanhada por um documentário, que mostra as memórias do Holocausto. A exposição do fotógrafo Yuri Dojc e da cineasta Katya Krausova, pode ser visitada até novembro.

Nova Linha do Metro do Porto avança. Veja aqui as primeiras imagens 

As obras da nova Linha do Metro do Porto, Linha Rosa (G), que assegurará a ligação entre São Bento e a Rotunda da Boavista já avançaram. Esta extensão terá 3 km e 4 estações subterrâneas (duas adjacentes às já existentes São Bento e Casa da Música).