Funcionária apanhada a burlar passageiros da TAP no Aeroporto de Lisboa

Funcionária apanhada a burlar passageiros da TAP no Aeroporto de Lisboa
| Economia
Porto Canal

Uma funcionária da Groundforce, ao serviço no balcão de check-in da TAP, no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, desviou centenas de euros de passageiros da companhia. A suspeita foi detida em flagrante pela PSP e responde agora pelos crimes de burla, abuso de confiança e furto.

Os documentos da investigação a que o Porto Canal teve acesso revelam com pormenor o esquema montado pela funcionária para desviar de clientes da TAP centenas de euros. Ao receber passageiros no balcão de check-in, a técnica de tráfego de assistência em escala - designação oficial do posto que ocupava - informava-os de que o seu voo teria sido cancelado e que, de modo a regularizar a situação, teriam de pagar 520 euros para os acomodar no voo seguinte. Para efetuarem o pagamento, a funcionária fornecia aos clientes dados bancários como entidade e referência, cujo destino era um cartão pré-pago associado a uma conta bancária titulada pela própria.

A investigação que se seguiu à reclamação apresentada pelos passageiros concluiu que o voo inicial nunca chegara, afinal, a ser cancelado. A mudança do voo efectuada no balcão do check-in era apenas o pretexto para a burla.

De acordo com informação recolhida junto da empresa, os pagamentos no balcão apenas podem ser efetuados no balcão de atendimento (e não no balcão de check-in) e por meio de cartão de crédito no terminal ou dinheiro. A opção de pagamento de serviços com entidade e referência não existe.

Outro caso remonta a fevereiro de 2022. A mesma funcionária terminava o horário de trabalho às 18h30, mas decidiu ficar no balcão de check-in até às 21 horas. Durante esse período, identificou passageiros com excesso de peso de bagagem, a quem cobrou taxas adicionais de centenas de euros, que haviam de ser pagas através de entidade e referência bancária, novamente para proveito da própria funcionária.

O último caso ocorreu poucos dias depois, quando um agente da PSP apanhou a funcionária em flagrante delito a receber uma quantia em dinheiro de uma passageira que viajaria com excesso de peso de bagagem. A suspeita acabou detida e levada para as instalações da PSP, tendo sido sujeita a interrogatório e apreendidos os cartões de acesso ao aeroporto.

+ notícias: Economia

Casais com ambos os elementos desempregados recuam 10,6% em dezembro 

O número de casais com ambos os elementos no desemprego caiu 10,6% em dezembro de 2022 em termos homólogos, para 4.879, tendo subido 3,4% em cadeia, informou hoje o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Costa convicto de que economia pode crescer acima do que estava previsto

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou esta quarta-feira que os indicadores da economia reforçam a convicção de que a economia portuguesa irá crescer mais do que aquilo que o Governo tinha inicialmente previsto.

Produção de eletricidade da EDP Renováveis aumentou 10% em 2022

A EDP Renováveis (EDPR) produziu 33,4 terawatts-hora (TWh) de eletricidade em 2022, um aumento de 10% face a 2021, destacando-se a Europa e a América, que representaram 35% e 55%, respetivamente, foi esta quarta-feira comunicado ao mercado.