Notícia Porto Canal. TAP desembolsa mais de 215 mil euros em voos externos para suprimir falhas nas escalas

Foto: Reuters
| País
Porto Canal

A TAP confirmou, esta quinta-feira, que vai alugar um avião externo durante dois dias para colmatar falhas nas escalas. A companhia aérea, que enfrenta fragilidades financeiras, vai pagar mais de 215 mil euros pelo serviço, mas garante que a operação é vantajosa. O Porto Canal sabe que deve ser contratato mais um avião, o que a confirmar-se irá aumentar os custos para mais de meio milhão de euros.

A greve dos tripulantes de cabina da TAP marcada para os dias 8 e 9 de Dezembro levou ao cancelamento por parte da empresa de 360 voos programados para esses dois dias, mas as dificuldades da empresa não ficam por aqui. 

A TAP confirma que vai alugar pelo menos um avião externo para realizar voos dia 10 e 11 de dezembro com o objetivo de colmatar falhas nas escalas. Até 31 de dezembro, serão cancelados 7 voos por dia, por mudança do sistema de navegação, de acordo com a companhia.

Contudo, segundo os trabalhadores, a razão prende-se com o facto de a TAP não ter assegurado as escalas de dezembro por causa das licenças de parentalidade.

Neste sentido, a Transportadora Aérea Portuguesa irá recorrer a voos externos, desembolsando mais de 215 mil euros. Ora, vamos a contas: O avião vai fazer a rota para a TAP durante dois dias de Lisboa para Cancún, no México, e os devidos regressos... Um total de 36 horas a multiplicar por, no mínimo, 6000€ hora.

Ainda assim, fonte oficial da companhia garante ao Porto Canal que esta operação é financeiramente vantajosa para a TAP, mas não se compromete com valores, justificando que o aluguer é para recuperar mais rapidamente deste período turbulento sem causar impactos aos clientes.

Para já a empresa confirma somente um avião externo, mas tudo indica que sejam dois. Recorde-se que o porto canal avançou, em exclusivo, a 24 de novembro, que a companhia aérea se preparava para alugar dois aviões externos para realizar voos entre os dias 10 a 17 de dezembro, com uma fatura superior a meio milhão de euros. 

+ notícias: País

Defesa de Vale e Azevedo recorre para o Tribunal Constitucional contra contumácia

A defesa de João Vale e Azevedo recorreu para o Tribunal Constitucional (TC) para contestar a declaração de contumácia que recai sobre o antigo presidente do Benfica, desde setembro de 2022, por não ter sido notificado para julgamento.

Manuel Magina da Silva reconduzido no cargo de diretor nacional da PSP

O Governo reconduziu no cargo o diretor nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP), superintendente-chefe Manuel Magina da Silva, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna (MAI).

Jornada Mundial da Juventude vai custar à Igreja pelo menos 80 milhões

O orçamento da igreja para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) ainda não está fechado, mas será divulgado nos próximos dias, tendo já um valor provisório superior a 80 milhões de euros, adiantou esta quinta-feira o bispo coordenador do evento.