Oficial: Fernando Araújo é o CEO do SNS

| Política
Porto Canal

Manuel Pizarro, atual ministro da Saúde, anunciou na tão esperada conferência de imprensa, no Ministério da Saúde em Lisboa, esta sexta-feira, que Fernando Araújo será "nomeado primeiro diretor-executivo do SNS".

O ministro reconhece em Fernando Araújo uma "personalidade bem conhecida dos portugueses, nomeadamente no setor da saúde". É importante referir que Fernando Araújo, médico pela Faculdade de Medicina do Porto e Presidente do Centro Hospitalar Universitário de São João, foi diretor do Serviço de Imuno-hemoterapia do Centro Hospitalar de São João e também secretário de Estado Adjunto e da Saúde, entre 2015 e 2018.

No que diz respeito a datas, a nova direção executiva com sede na cidade do Porto "iniciará funções num futuro próximo". A instalação no Porto indica, disse Manuel Pizarro, que a proposta apresentada pelo novo diretor-executivo, Fernando Araújo, está em linha com "a intenção descentralizadora do Governo".

Questionado pelo Porto Canal relativamente ao cargo de Presidente do Conselho de Administração do Hospital do São João, Manuel Pizarro adiantou que Fernando Araújo vai manter a liderança nesta administração ao mesmo tempo que "trabalha a nova função na direção executiva do SNS". Tal como "indica o Estatuto do SNS é à direção executiva que compete propôr aos membros do Governo os próximos nomes de gestão", explicou Manuel Pizarro.

No entanto, apesar de coordenar já a partir do dia um de outubro a nova direção executiva do SNS, Fernando Araújo "só entra plenamente em funções com o Orçamento do Estado para 2023, a partir do dia um de janeiro do próximo ano".

 

+ notícias: Política

Manuel Pizarro renuncia cargo da empresa da qual era sócio-gerente

O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, renunciou o cargo da empresa na área da saúde da qual era sócio-gerente. Segundo avança a 'SIC Notícias', o gabinete do atual ministro da Saúde adiantou que a "empresa em causa irá dar continuidade ao processo de dissolução".

CNE diz que propaganda política é “livre” e vê possível crime da Câmara de Lisboa

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) considera que a atividade de propaganda política é “livre” em locais públicos e que a retirada de ‘outdoors’ em Lisboa por parte da Câmara Municipal pode constituir crime.

Marcelo anuncia próxima reunião do Grupo de Arraiolos para 05 e 06 de outubro no Porto

O Presidente da República anunciou esta quinta-feira que a 18.ª reunião do Grupo de Arraiolos, que junta anualmente chefes de Estado não executivos da União Europeia, se irá realizar em 05 e 06 de outubro do próximo ano, no Porto.