PR fala em "nova esperança" para o SNS e assinala que Fernando Araújo tem "provado bem"

| Política
Porto Canal / Agências

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou hoje que a escolha de Fernando Araújo para diretor-executivo do SNS "é uma nova esperança", assinalando que o médico "tem provado bem" nos cargos que desempenhou.

"Diria que é uma nova oportunidade, uma nova esperança. Que não seja desperdiçada. A pessoa escolhida é uma pessoa que tem provado bem nos cargos que tem exercido, nomeadamente nos últimos cargos que tem exercido. Não vejo razão para não provar bem neste cargo", sustentou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, antes de uma intervenção no encerramento do Congresso da Ordem dos Contabilistas Certificados, em Lisboa.

O chefe de Estado argumentou que se a mudança no Serviço Nacional de Saúde (SNS) "não der certo, é porque há fatores alheios" à escolha de Fernando Araújo.

"Espero que isso não aconteça e que desta vez haja, como houve noutras ocasiões ao longo da história, um salto correspondente àquilo que os portugueses esperam de mudança no SNS", completou.

O médico Fernando Araújo, presidente do Centro Hospitalar Universitário de São João desde abril de 2019, vai ser o novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde (SNS), anunciou hoje o ministro da Saúde.

A escolha de Fernando Araújo foi oficialmente confirmada por Manuel Pizarro em conferência de imprensa, em Lisboa, depois do nome do médico ter sido amplamente apontado como titular do cargo.

A direção executiva do SNS, que entra em funções a 01 de outubro, vai coordenar toda a resposta assistencial do SNS, assegurando o seu funcionamento em rede, e passa a gerir também a rede nacional de cuidados continuados integrados e da rede de cuidados paliativos, até agora da responsabilidade das administrações regionais de saúde.

+ notícias: Política

TAP. António Costa e Medina devem pedir “desculpa” aos portugueses, diz Montenegro

O presidente do PSD, Luís Montenegro, considerou esta segunda-feira que o primeiro-ministro e o ministro das Finanças devem pedir “desculpa aos portugueses" por “terem injetado mais de três mil milhões de euros” na TAP.

Exames finais no ensino secundário são para manter, garante Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, garantiu ao final da tarde desta segunda-feira que o Governo vai manter os exames finais no ensino secundário.

Marta Temido é a nova presidente da concelhia do PS de Lisboa

Marta Temido é a nova presidente da comissão política da concelhia de Lisboa do Partido Socialista. Segundo avançou a ‘CNN Portugal’, a ex-ministra da Saúde assume o cargo que anteriormente era assegurado por Davide Amado.