Info

Incêndios: Costa desloca-se a Monchique esta tarde

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 10 ago (Lusa) - O primeiro-ministro, António Costa, desloca-se hoje a Monchique, às 15:00, acompanhado por ministros e secretários de Estado, para se reunir na câmara local com os autarcas das zonas afetadas pelo incêndio.

A delegação chefiada pelo primeiro-ministro será composta pelos ministros da Administração Interna, Eduardo Cabrita, Adjunto, Pedro Siza Vieira, e pelos secretários de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson Souza, do Turismo, Ana Mendes Godinho, da Habitação, Ana Pinho, da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira, e das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, informou fonte do gabinete de António Costa.

Na reunião estarão os presidentes das câmaras de Monchique, Portimão e Silves bem como representantes da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve e da Associação de Municípios do Algarve.

O objetivo, adiantou a fonte do gabinete do primeiro-ministro, é fazer um ponto de situação da necessidade imediata de apoios e estudar as respostas a dar às populações.

A deslocação do primeiro-ministro surge após a visita do ministro da Administração Interna a Monchique esta manhã.

Estas visitas estão articuladas com o Presidente da República, que também irá ao local, embora ainda não tenha sido anunciada uma data.

A segunda comandante operacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar, deu hoje o incêndio que lavra há uma semana em Monchique como dominado, mas sublinhou que ainda não é o momento de cruzar os braços.

ZO // SB

Lusa/fim

+ notícias: Política

Marcelo diz que este "não é o momento ideal" para discutir a Lei de Bases da Saúde

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse este sábado que este "não é o momento ideal" para discutir a Lei de Bases da Saúde, considerando preferível que esta fosse discutida em "princípio de legislatura".

Paulo Rangel diz que Portugal está "francamente mal" preparado para o Brexit

O cabeça de lista do PSD às eleições europeias, Paulo Rangel, acusa o governo de "falhar" na preparação para o 'Brexit' e estar "francamente mal" quanto à proteção de cidadãos e empresas e à salvaguarda dos interesses geopolíticos.

Grande Porto e Cávado são as regiões com mais recusas no processo de descentralização

Em Portugal até ao momento 106 municípios recusaram o processo de descentralização. A Norte o Cávado e o Grande Porto são das regiões com mais recusas de transferência de competências.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Visita guiada ao Teatro Nacional...