Jornal das 13 Jornal Diário Último Jornal

BE diz que negociações com Governo garantem vinculação de mais 3500 professores

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 12 out (Lusa) - O BE garantiu hoje que, no seguimento negociações com o Governo para o Orçamento do Estado de 2018 (OE2018), serão vinculados mais 3500 professores no próximo ano.

"De acordo com as nossas negociações, as regras que vão ser aprovadas no OE permitirão vincular pelo menos tantos professores como no ano passado, ou seja, pelo menos mais 3500 professores serão vinculados", asseverou a deputada bloquista Joana Mortágua, em conferência de imprensa no parlamento.

E prosseguiu: "Em dois anos, teremos vinculado sete mil professores, o que nos dá ainda um Orçamento para cumprir o objetivo do BE de acabar com a precariedade na administração pública e dos professores".

A proposta de Orçamento do Estado para 2018 dará entrada no parlamento na sexta-feira.

PPF // ZO

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Santana Lopes faz fortes críticas a Luís Morais Sarmento

Pedro Santana Lopes, antigo primeiro-ministro e provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, rejeita por completo a hipótese de um bloco central ou de uma coligação com o Partido Socialista. Santana Lopes critica ainda as declarações do seu antigo ministro-adjunto, nas quais Luís Morais Sarmento diz "se for para ficar como está, então votará em António Costa".

Ministro do Trabalho nega conhecimento da gestão da Raríssimas e anuncia inspeção

O ministro do Trabalho e da Segurança Social negou hoje que já tinha conhecimento de denúncias de gestão danosa da associação Raríssimas e anunciou uma ação de inspeção à entidade, a começar nos próximos dias.

António Costa garante que autonomia das escolas não está em risco

António Costa garantiu este sábado que o modelo de descentralização na educação não vai comprometer a autonomia das escolas, algo que a Fenprof receia.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS