Jornal Diário Jornal das 13 Último Jornal

Trabalhadores do privado voltam a poder optar por subsídios em duodécimos

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 11 out (Lusa) - O pagamento em duodécimos de metade dos subsídios de férias e de Natal no setor privado volta a ser opcional em 2018, segundo uma versão preliminar da proposta de Orçamento do Estado a que a Lusa teve hoje acesso.

De acordo com o documento, durante o próximo ano, 50% do subsídio de Natal no setor privado deve ser pago até 15 de dezembro e os restantes 50% em duodécimos ao longo do ano.

Quanto ao subsídio de férias, metade deve ser paga antes do início do período de férias e a outra metade em duodécimos.

O regime de duodécimos "pode ser afastado por manifestação de vontade expressa do trabalhador", que terá cinco dias a contar da entrada em vigor do Orçamento do Estado, a 1 de janeiro, para comunicar à empresa.

Por sua vez, o subsídio de Natal aos funcionários públicos e pensionistas deverá ser pago na íntegra no próximo ano, pela primeira vez desde 2012.

A versão preliminar do OE não refere como será o pagamento dos subsídios no Estado, pelo que deverá aplicar-se a lei do trabalho em funções públicas. O Orçamento do Estado de 2017 já estabelecia aliás que "a partir de 2018, o subsídio de Natal é pago integralmente, nos termos da lei" na administração pública.

Este ano, os funcionários públicos e pensionistas estão a receber 50% do subsídio de Natal em novembro e os restantes em duodécimos. O de férias foi pago na íntegra.

DF// ATR

Lusa/Fim

+ notícias: Política

BE avança com iniciativas para regularização extraordinária de precários nas autarquias

Os eleitos locais do BE vão avançar com deliberações para uma regularização extraordinária de trabalhadores precários, a apresentar nas assembleias de freguesia e municipais, anunciou este sábado o dirigente bloquista e vereador em Lisboa, Ricardo Robles.

Governo prepara-se para diminuir sal, açúcar e gordura nos alimentos

Pode vir aí uma redução no açúcar das bolachas, iogurtes ou cereais. O Governo está preparar um acordo com a indústria para reformular alguns alimentos depois de saber que com a taxa dos refrigerantes, o consumo de açúcar diminuiu significativamente. A Ordem dos Nutricionistas aplaude a proposta.

José Manuel Ribeiro afirma que Rui Rio é mais pragmático do que Santana Lopes

José Manuel Ribeiro, autarca de Valongo, considera que Rui Rio é mais pragmático do que Santana Lopes. O socialista concorda, por exemplo, com a afirmação do recém eleito presidente do PSD quando diz que não se importa de apoiar um Governo chefiado plo PS.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS