Info

Dominado fogo que queimou vasta área de pinhal em Ribeira de Pena

Dominado fogo que queimou vasta área de pinhal em Ribeira de Pena
| Norte
Porto Canal com Lusa

O incêndio que queimou uma vasta área de pinhal e que deflagrou terça-feira à tarde em Agunchos, em Ribeira de Pena, foi dominado a meio da manhã desta quarta-feira, disse fonte da Proteção Civil.

Pelo terreno vão manter-se cerca de 250 operacionais, apoiados por cerca de 70 viaturas e três meios aéreos, em operações de consolidação, rescaldo e de vigilância. O reforço dos meios foi feito com grupos de Aveiro, Braga e Porto.

O presidente da Câmara de Ribeira de Pena, Rui Vaz Alves, disse à agência Lusa que o fogo queimou uma grande área de mato e floresta, essencialmente composta por pinhal.

O alerta para este fogo foi dado às 14h48 de terça-feira.

O autarca referiu que as chamas propagaram-se “muito rapidamente” numa zona de declive e de difícil acesso.

Rui Vaz Alves referiu que este fogo causou alguma preocupação, aproximou-se de algumas aldeias, no entanto disse que não foi necessário retirar pessoas.

Por volta das 22:00 de terça-feira, deflagrou um outro incêndio no concelho, em zona “muito habitada”, que, segundo o presidente, “foi dominado rapidamente”.

+ notícias: Norte

Dois homens encapuzados assaltam idosa no Porto e sequestram empregada

Dois indivíduos encapuzados, fazendo uso da empregada da limpeza, entraram hoje na casa de uma idosa na zona da Foz, no Porto, para realizar um furto, revelou à Lusa fonte da PSP.

Confusão na Loja do Cidadão no Porto obriga a intervenção da PSP

A PSP foi chamada a intervir, na tarde desta segunda-feira, na Loja do Cidadão, nas Antas, no Porto, depois de dezenas de pessoas se juntarem à porta e criarem confusão por não conseguirem ouvir a chamada e por não conseguirem entrar. De lembrar que as Lojas do Cidadão abriram portas hoje mas o acesso é feito mediante marcação.

Covid-19: Portugal com 1.424 (+14) mortos e 32.700 (+200) infetados

Portugal regista hoje 1.424 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 32.700 infetados, mais 200, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.