Governo aprova regras de aplicação do regime de duodécimos até novo orçamento

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 17 dez (Lusa) - O Governo aprovou hoje os critérios de aplicação do regime de duodécimos com base na lei do Orçamento deste ano, que vigorará a partir de 1 janeiro de 2016, visando a "estabilidade da transferência de ano orçamental".

Esta decisão consta do comunicado final do Conselho de Ministros e foi transmitida aos jornalistas pela ministra da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques.

No comunicado refere-se que o executivo aprovou "um conjunto de medidas que preveem uma rigorosa execução por duodécimos da lei do Orçamento do Estado para 2016".

Este regime irá vigorar durante um período transitório, a partir de 1 de janeiro de 2016 e a entrada em vigor do novo Orçamento do Estado para 2016.

"Assegura-se assim a estabilidade da transferência de ano orçamental, evitando-se qualquer perturbação no funcionamento dos serviços e no cumprimento das funções essenciais do Estado e demais organismos públicos", acrescenta-se no documento do Governo.

PMF // SMA

Lusa/fim

+ notícias: Política

João Galamba usa o Porto de Leixões para começar a 'arrumar a casa'

João Galamba, Ministro das Infraestruturas, escolheu João Neves, conhecido por ser próximo do Ministro do Ambiente, Matos Fernandes, para substituir um dos 'boys' de Pedro Nuno Santos na presidência da APDL – Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo.

Autarca de Vila Flor reclama coragem política ao Governo para mandar avançar comboio no Tua

O presidente da Câmara de Vila Flor e da Agência para o Desenvolvimento Regional do Vale do Tua, Pedro Lima, reclamou esta sexta-feira do Governo coragem política para mandar avançar o plano de mobilidade, num impasse há cinco anos.

Aprovada comissão de inquérito à TAP 

A proposta do BE para constituir uma comissão de inquérito à tutela política da gestão da TAP foi esta sexta-feira aprovada no parlamento, contando com a abstenção do PS e PCP e os votos a favor dos restantes.