Ponte Maria Pia: Liga de Amigos reúne para discutir futuro da antiga ligação entre Porto e Gaia

Ponte Maria Pia: Liga de Amigos reúne para discutir futuro da antiga ligação entre Porto e Gaia
Fotografia: Porto Canal
| Norte
Porto Canal

A Liga de Amigos da Ponte Maria Pia reúne esta segunda-feira, em Assembleia-Geral, para tornar públicas as declarações “dar conhecimento das declarações públicas dos Srs. Presidentes das Câmaras do Porto e Vila Nova de Gaia sobre o futuro da Ponte Maria Pia”.

Em comunicado, dirigido ao Porto Canal, o Presidente da direção da Liga dos Amigos da Ponte, José Manuel Pavão, dá nota da reunião de Assembleia-Geral, que visa abordar algumas das declarações mais recentes sobre o futuro da antiga ligação entre as margens do Porto e de Vila Nova de Gaia.

Em causa estão, por exemplo, as mais recentes declarações do presidente da Câmara Municipal de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, que admite que "se depender da Câmara de Gaia a ponte Maria Pia, que foi deixada ao abandono pelo Estado, não abre".

Nas declarações proferidas a 22 de fevereiro, em Assembleia Municipal, o autarca esclarece que a infraestrutura pertence à IP e que o “o município não tem milhões” para gastar com a mesma.

Também a autarquia do Porto aponta que é o Governo o responsável pela infraestrutura. “Está em vigor um contrato de subconcessão celebrado com o Município do Porto para adaptação e utilização da plataforma do Ramal da Alfândega, entre os quilómetros 0,491 e 3,359, para fins dos modos suaves de mobilidade, turísticos e/ou lazer, estando prevista, na sequência desse projeto, a análise conjunta pela IP e pelos Municípios de Gaia e do Porto da utilização futura da Ponte Maria Pia como via pedonal e ciclável”.

A ponte ferroviária Maria Pia. que está sem exploração há mais de 30 anos, deverá ser discutida com o Governo, opinião partilhada pelas autarquias do Porto e de Gaia.

+ notícias: Norte

Incêndio que obrigou a evacuar passadiços do Paiva dado como controlado quatro horas depois

O incêndio que deflagrou esta terça-feira às 16h30 no concelho de Arouca, distrito de Aveiro, e que obrigou à evacuação dos passadiços do Paiva, foi dado como controlado cerca das 20h00, informou fonte da Proteção Civil.

Incêndio em Arouca obriga a evacuar passadiços do Paiva

O incêndio florestal que deflagrou, cerca das 16h30, em Espiunca, Arouca, obrigou a que os passadiços do Paiva fossem evacuados, revelou à Lusa fonte da Proteção Civil, que indicou ainda um reforço dos meios no terreno.

Famalicão vai requalificar e ampliar Escola Secundária em Joane

A Câmara de Vila Nova de Famalicão vai investir 22,7 milhões de euros na requalificação e ampliação da Escola Secundária Padre Benjamim Salgado, em Joane, foi esta terça-feira anunciado.