Corrupção em jogos do Benfica. Leitura do acórdão de César Boaventura

Corrupção em jogos do Benfica. Leitura do acórdão de César Boaventura
| Desporto
Porto Canal

O Tribunal de Matosinhos decidiu esta quarta-feira pelo adiamento da leitura do acórdão de César Boaventura, que será remarcado para 14 de fevereiro pelas 15h30.

Em causa está o aliciamento dos jogadores Marcelo, Cássio, Lionn – os três, à época, ao serviço do Rio Ave – e de Salin – então no Marítimo – para facilitarem em jogos contra o Benfica na época 2015-16.

 

Arrancou em janeiro o julgamento em que Boaventura é acusado pelo Ministério Público de três crimes de corrupção ativa e um crime de corrupção ativa na forma tentada

Depois de Marcelo e Cássio, também Lionn confirmou no Tribunal de Matosinhos uma proposta para “facilitar” num jogo frente ao Benfica. O julgamento foi marcado por testemunhos de antigos jogadores que confirmaram as tentativas de aliciamento para perder em jogos contra o clube encarnado, na época 2015-16.

“Ele disse-me que tinha uma proposta para me fazer para o jogo do Benfica, que eram 80 mil euros em notas de 500 euros”, afirmou esta sexta-feira o atual diretor desportivo do Ribeirão 1968 FC.

Lionn afirmou perante o tribunal que lhe foi pedido que cometesse um penálti e fosse expulso durante o jogo, sinalizando a ação com um “murro no chão”.

Na sua primeira intervenção no julgamento, Boaventura refutou categoricamente as acusações dos ex-jogadores. “É uma pouca vergonha o futebol em Portugal. As pessoas deixaram de ter escrúpulos, acusa-se só por acusar. Estes jogadores não passaram dos salários base do futebol e, depois disto, ganharam muito dinheiro”, atirou o empresário.

+ notícias: Desporto

Euro2024. Prenda austríaca dita triunfo 'suado' da França na estreia 

A França começou esta segunda-feira com um triunfo a sua participação no Campeonato da Europa de futebol de 2024, ao vencer a Áustria por 1-0, graças a um autogolo, em encontro do Grupo D, disputado em Dusseldorf, na Alemanha.

Tenista portuense triste pela derrota, mas orgulhoso pelo trajeto até à final no challenger de Bratislava

O tenista português Henrique Rocha confessou hoje ter ficado “triste” pela derrota na final do challenger de Bratislava, mas assegura estar “feliz” pelo torneio que fez na terra batida eslovaca, antes de iniciar a preparação para Wimbledon.

Pinto da Costa diz que "o campeonato se decidiu em três sítios"

Jorge Nuno Pinto da Costa diz que há três jogos que definem o campeonato deste ano. O presidente do FC Porto falou esta segunda-feira ao Jornal 'O Jogo'.