"Sempre fez história na região". Câmara do Porto preocupada com despedimento coletivo no Jornal de Notícias

"Sempre fez história na região". Câmara do Porto preocupada com despedimento coletivo no Jornal de Notícias
Porto Canal
| Porto
Ana Francisca Gomes

“Não querendo interferir na liberdade empresarial, assisto com muita preocupação às últimas informações que apontam para um despedimento coletivo na Global Media de 150 funcionários, em particular ao despedimento de 40 profissionais do Jornal de Notícias”. Foi assim que o presidente do município do Porto, Rui Moreira, iniciou a reunião de executivo desta segunda-feira.

Esta foi uma “tomada de posição” que reuniu o consenso entre todas as forças políticas eleitas, que lamentaram que o Jornal de Notícias, pertencente ao grupo Global Media, apresente resultados “muito positivos”, mas que continue a sofrer despedimentos recorrentes.

“Não posso deixar de manifestar a minha surpresa por despedirem jornalistas do título que sempre deu dinheiro ao grupo, do título que é líder de audiências em vários segmentos, do título que sempre fez história no Porto, na região e no país”, afirmou Rui Moreira, após partilhar números relativos à circulação e audiência deste diário.

Ilda Figueiredo, eleita pela CDU, lembrou que o jornal “tem cumprido um papel que é essencial para a defesa do pluralismo, da democracia e da região [Norte]”. Também a eleita pelo Bloco de Esquerda Maria Manuela Rola destacou a importância do JN para a “coesão social” do país, mostrando-se “solidária com a greve que está a ser convocada pelos jornalistas” - marcada para 06 e 07 de dezembro.

Já o social-democrata Alberto Machado lembrou o “papel histórico” deste jornal na informação que trouxe a todos nos últimos 100 anos.

“Tenho assistido com muita preocupação ao desaparecimento de alguns jornais históricos”, acrescentou ainda Rui Moreira, que aproveitou ainda para alertar a importância da Assembleia da República ter mais intervenção na proteção da comunicação social. ”O Parlamento e os partidos têm discutido a sustentabilidade da comunicação social e tomaram algumas medidas para as defender. Parece-me ainda assim que ficou alguma coisa por fazer”.

+ notícias: Porto

Hospital São João implementa nova forma de monitorizar doentes cirúrgicos graves

O Hospital de São João, no Porto, implementou um protocolo de telemonitorização de doentes cirúrgicos graves que inclui a vigilância através de um aparelho sem fios e com sensores que gera alertas quando a situação clínica agrava.

Tráfico de droga no Porto. PSP detém 18 pessoas em vários bairros da cidade

A PSP está a realizar várias ações de combate ao tráfico de estupefacientes na cidade do Porto na manhã desta segunda-feira, avança o Correio da Manhã, uma informação que foi confirmada pelo Porto Canal. Até ao momento já foram detidas 18 pessoas.

Demolição de estrutura na Praia do Ourigo, no Porto, vai mesmo avançar

A ministra do Ambiente e Energia, Maria da Graça Carvalho, confirmou que, "muito em breve", a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) decidirá uma data para a demolição da estrutura de betão da praia do Ourigo, no Porto. "É um assunto que o senhor presidente da APA está a par e a acompanhar, e, muito em breve, será dada uma data e uma solução, que é a demolição [da estrutura]", adiantou a governante aos jornalistas, à margem de uma visita a Terras de Bouro, no distrito de Braga, acrescentando que esse assunto é da "responsabilidade da APA" e não do ministério.