Ponte Luiz I é palco para os amantes de parkour. Escorregadela põe em risco vida de jovem espanhol

Ponte Luiz I é palco para os amantes de parkour. Escorregadela põe em risco vida de jovem espanhol
| Porto
Porto Canal

O parkour é uma modalidade desportiva que tem cada vez mais adeptos espalhados pelo mundo. A cidade do Porto é palco para muitos jovens, portugueses e estrangeiros, e a Ponte Luiz I é um dos “obstáculos” mais cobiçados para os praticantes mais corajosos.

As imagens que viralizam diariamente nas redes sociais mostram vários traceurs, o nome que designa um praticante de parkour, a tentar ultrapassar os seus medos num dos pontos turísticos mais icónicos da cidade do Porto.

David Escobar, praticante de parkour espanhol desde 2015, partilhou um vídeo na rede social Instagram onde mostra um momento de tensão em que quase caiu do patamar de cima da Ponte Luiz I. O jovem afirma na legenda do vídeo que foi um erro e admite ter tido “excesso de confiança”. O vídeo já conta com sete milhões de visualizações.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por David Escobar (@davilismis)

Recorde a história de Márcio Filipe, um jovem portuense de 28 anos que pratica parkour nas ruas da cidade desde os 12:

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

+ notícias: Porto

Restaurante Antiqvvm no Porto ganha segunda estrela Michelin

O restaurante Antiqvvum no Porto ganhou este terça-feira a segunda estrela do guia Michelin, enquanto quatro estabelecimentos conquistaram uma estrela, anunciou a publicação, numa cerimónia exclusivamente dedicada a Portugal, em Albufeira.

Câmara do Porto volta a lançar concurso para reabilitação do Jardim da Cordoaria

A Go Porto publicou esta terça-feira o concurso público para a empreitada de reabilitação do Jardim da Cordoaria, no Porto, pelo valor de 528 mil euros. Esta obra já tinha sido alvo de um concurso publicado em março do ano passado.

“O centralismo é evidente. Não há forma de esconder”. Portugueses querem a regionalização

Seja no que diz respeito ao aproveitamento de fundos europeus ou na ideia de uma maior autonomia, a maioria dos portugueses parece estar a favor da regionalização, como mostra uma sondagem da associação SEDES e a auscultação de alguns portuenses pelo Porto Canal.