Liga decreta minuto de silêncio em jogos do fim de semana em homenagem a "Bibota"

Liga decreta minuto de silêncio em jogos do fim de semana em homenagem a "Bibota"
| Norte
Porto Canal / Agências

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional decretou um minuto de silêncio nos jogos deste fim de semana da Taça da Liga, em homenagem ao ex-futebolista Fernando Gomes, que morreu este sábado, aos 66 anos.

"A Liga Portugal decretou um minuto de silêncio em todos os jogos deste fim de semana de 26 e 27 de novembro da Allianz CUP, a fim de homenagear a memória de Fernando Gomes, figura notável do futebol português e antigo jogador do FC Porto e Sporting CP, que faleceu vítima de doença prolongada", refere a Liga, em nota publicada na sua página oficial na internet.

O objetivo é o de homenagear o antigo internacional português e jogador do FC Porto, que morreu vítima de doença prolongada.

Já este sábado à tarde, também a Federação Portuguesa de Futebol comunicou um minuto de silêncio a anteceder todos os jogos que se disputem no fim de semana e na segunda-feira.

O antigo avançado internacional português Fernando Gomes, vencedor de duas Botas de Ouro e melhor marcador da história do FC Porto, morreu este sábado aos 66 anos, revelaram os campeões nacionais de futebol.

Em comunicado publicado no seu sítio oficial na Internet, os 'azuis e brancos' expressam "enorme tristeza e consternação" pelo falecimento do ex-dianteiro, que somou 452 jogos, 355 golos e 14 títulos nas duas passagens pelo clube da sua cidade-natal (1974-1980 e 1982-1989), além das distinções de 'artilheiro' das Ligas europeias (1982/83 e 1984/85).

Fernando Gomes representou a seleção nacional em 44 jogos, marcando 11 golos de 'quinas' ao peito, tendo participado no Europeu de 1984, em França, e no Mundial de 1986, no México.

+ notícias: Norte

Presidente da Câmara de Vila Real critica a distribuição dos fundos comunitários

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, confirmou na passada quarta-feira que as propostas de criação de duas novas NUT II já foram aprovadas por Bruxelas. Rui Santos, em declarações ao Porto Canal, criticou a criação das NUTs, que segundo o autarca falharam ao não olhar para o país em geral.

Crescimento da procura no metro do Porto potenciada pela linha amarela

Em 2022, o metro do Porto ultrapassou as 65 milhões de validações. O ano passado foi o segundo melhor de sempre em termos de procura, uma vez que foram registadas menos 8,9% das validações, face ao melhor ano (2019).

Câmara de Aveiro vai contratar mais funcionários para as escolas

A Câmara Municipal de Aveiro decidiu esta quinta-feira contratar mais funcionários para as escolas, face à avaliação das necessidades feita junto dos agrupamentos.