TAP vai ter de devolver cerca de 122 milhões de euros a passageiros

TAP vai ter de devolver cerca de 122 milhões de euros a passageiros
| País
Porto Canal

O Departamento de Transportes dos Estados Unidos da América anunciou esta segunda-feira que, além do reembolso, a TAP terá de pagar uma multa de mais de 1 milhão de euros. A notícia foi avançada pela agência Reuters.

Esta deliberação do Departamento dos Transportes deve-se a atrasos em devoluções a passageiros de viagens canceladas desde o iníco da pandemia de covid-19 em 2020.

Atualizado 15-11-2022 08:06

Segundo a agência Reuters, a companhia aérea portuguesa é uma das seis sancionadas pelos EUA com a intenção de compensar "centenas de milhares de passageiros com voos cancelados ou alterados de forma significativa”. 

Em resposta, a TAP defendeu-se, afirmando que enfrentou “uma avalanche de pedidos de reembolso”. Dessa forma, os balcões de atendimento ao público ficaram "rapidamente sobrecarregados" levando a que não houvesse capacidade de resposta às queixas.

Além da TAP, outras cinco companhias aéreas foram sancionadas. Apenas superada pela companhia aérea norte-americana Frontier Airlines (que terá de pagar cerca de 215 milhões de euros), a TAP é a segunda que tem de pagar maior reembolso.

 

+ notícias: País

Combustíveis descem já na próxima semana

A próxima semana será marcada por uma descida no preço dos combustíveis. A informação é avançada pela CNN Portugal, que apurou os valores junto a uma fonte de mercado, tendo por base os preços internacionais dos produtos refinados e do petróleo.

Chave Móvel Digital regista 33 mil ativações com biometria "em apenas um mês"

A Chave Móvel Digital registou, "em apenas um mês de funcionamento", 33 mil ativações com biometria, "tornando-se no principal canal de ativações, com 29% do total realizado", foi esta sexta-feira divulgado.

Apreendido cerca de um milhão de euros convertido em criptomoedas

Cerca de um milhão de euros convertido em criptomoedas foi apreendido pela PSP, durante a operação em que deteve 10 pessoas de um grupo que operava através de uma falsa empresa corretora de ações de bolsa.