Objetivo: "Revolucionar" mobilidade no Porto. O que muda com o novo Terminal de Campanhã?

| Norte
Porto Canal

O Terminal Intermodal de Campanhã é inaugurado esta quarta-feira. Com este novo equipamento, a Câmara do Porto pretende retirar a maior parte dos transportes públicos metropolitanos do centro da cidade e criar na estação de Campanhã uma estação intermodal, com a integração de comboios, metro e autocarros.

A luz verde foi dada pelo executivo da camara do Porto e a abertura do Terminal Intermodal de Campanhã obrigou a alteração das rotas do serviço público de transportes.

Pela nova infraestrutura vai passar uma parte significativa do transporte público com origem e destino na cidade.

Mais especificamente, este terminal vai acolher as linhas intermunicipais provenientes de São João da Madeira, de Gondomar, com as linhas de Alto de Barreiros, Gramido, medas e Souto; de Paredes através da linha Sarada; Penafiel, com a linha Sebolido e do Porto, através da própria estação de Campanhã.

Já o Parque das Camélias, na zona da Batalha, vai receber as linhas intermunicipais provenientes de Arouca, Oliveira de Azeméis, São João da Madeira, Santa Maria da Feira, e Vila Nova de Gaia.

A interface da Casa da Música receberá as linhas intermunicipais da Maia, Matosinhos, Santa Maria da Feira e Vila Nova de Gaia.

Enquanto que a interface do Estádio do Dragão acolhe as linhas intermunicipais de Gondomar, Valongo e Paredes e o terminal do Viso as linhas da Maia.

Já o polo intermodal da Asprela vai receber as linhas de Gondomar, Maia, Trofa, Matosinhos, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel, Lousada, Santo Tirso, Famalicão, Valongo e Póvoa de Varzim.

A Infraestrutura de Campanhã, onde todas as linhas se vão encontrar, foi projetada pelo arquiteto Nuno Brandão Costa, e vai começar a ser utilizada agora em julho, por motivos estratégicos.

Rui Moreira explica porque preferiu a alteração em julho e não em setembro (menos passageiros, mais facilidade antes de as escolas voltarem a abrir).

Esta quarta-feira, dia 20 de julho, a cidade do Porto vai ingressar assim numa nova era da mobilidade.

O Terminal Intermodal de Campanhã vai contribuir ainda para uma redução significativa dos gases com efeito de estufa no centro do Porto. A estimativa do executivo é que, em cinco anos, a diminuição seja de cerca de 5,2 toneladas de dióxido de carbono.

+ notícias: Norte

Combate estabilizado no Marão com previsão de melhorias à noite

O combate ao incêndio que lavra na serra do Marão, em Vila Real, está estabilizado, apesar da maior intensidade do vento, sendo esperadas melhorias com o cair da noite, disse à Lusa o segundo comandante distrital da Proteção Civil.

Fogo no Marão com duas frentes em zona de "difíceis acessos"

O incêndio que lavra desde a noite de sábado na serra do Marão tem duas frentes ativas em zonas de "difíceis acessos", mas não ameaça populações, disse à Lusa o segundo comandante operacional da Proteção Civil de Vila Real.

Obras na linha do Norte perturbam normal funcionamento dos comboios 

As obras na linha do Norte têm estado a perturbar o normal funcionamento dos comboios. Segundo sabe o Porto Canal, em causa está o projeto para o troço ferroviário entre Espinho, distrito de Aveiro, e Vila Nova de Gaia, distrito do Porto.