Aeroporto de Faro muda de nome em homenagem a Gago Coutinho, mas TAP continua a milhas

Aeroporto de Faro muda de nome em homenagem a Gago Coutinho, mas TAP continua a milhas
| País
Porto Canal

Na passada quarta-feira foi aprovada em Conselho de Ministros a mudança do nome do Aeroporto Internacional de Faro para Aeroporto 'Gago Coutinho.’

Com esta alteração, o Governo pretende prestar “homenagem ao almirante Gago Coutinho, natural de São Brás de Alportel, no distrito de Faro, quando se assinala o centenário da primeira travessia aérea do Atlântico Sul, uma das maiores proezas da história da navegação aérea”, disse o secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, André Moz Caldas, em conferência de imprensa.

Apesar da mudança de nome do aeroporto, o desinvestimento da TAP no Algarve continua a suscitar críticas na região por não prestar serviço público naquela que é considerada a capital não oficial do turismo em Portugal.

Segundo os dados mais recentes da Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC), no último trimestre de 2021 a companhia de bandeira nacional, que a 21 de dezembro viu ser aprovada por Bruxelas uma ajuda de Estado de 3,2 mil milhões de euros, tinha uma quota de mercado residual de 5% em Faro, no que concerne ao transporte de passageiros. No caso do número de movimentos em pista, o valor é ligeiramente superior, mas ainda assim pouco expressivo: 6%.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), o alojamento turístico no Algarve registou 2,4 milhões de hóspedes e 6 milhões de dormidas em abril, ultrapassando os níveis pré-pandemia, de 2019.

Atualmente, a presença da TAP na principal região turística de Portugal resume-me a uma ligação a Lisboa, onde a companhia aérea do Estado tem procurado concentrar toda a sua operação, numa estratégia também conhecida por “hub.” Em resposta às críticas, a administração da TAP tem defendido a opção, assegurando que a concentração em Lisboa é o único caminho que garante a sustentabilidade económico-financeira da empresa.

+ notícias: País

Medidas de poupança de energia: Governo recomenda luzes de natal até à meia noite

Esta terça-feira o Governo anunciou, num decreto-lei publicado em Diário da República, um conjunto de medidas para poupança de energia. Tal como noticiou o 'Jornal de Notícias', entre as medidas está a recomendação do uso de luzes de natal até à meia noite, ou seja, será o ajustamento "da iluminação natalícia para o horário entre as 18 horas e as 24 horas e a possível adoção do teletrabalho, sempre que o regime for viável e se se comprovar a poupança enérgitca". 

Seca em Portugal. Governo suspende uso dos recursos hídricos de 15 albufeiras a partir de outubro

O Governo determinou, a partir de 1 de outubro, uma suspensão temporária nos recursos hídricos de 15 albufeiras, "até que sejam alcançadas as cotas mínimas da sua capacidade útil que venham a ser estabelecidas".

Notícia Porto Canal: Pedro Moreira é o novo presidente da CP

Pedro Moreira, presidente interino da CP desde outubro de 2021, vai assumir oficialmente a presidência da transportadora. Fonte próxima do processo avançou ao Porto Canal que o nome do engenheiro de 47 anos já foi aprovado pela Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública. A nomeção foi entretanto confirmada pelo Ministério das Infraestruturas. A publicação em Diário da República está prevista para esta quarta-feira.