"Não precisamos da TAP para nada." Associação Comercial reage a distinção do Aeroporto do Porto

"Não precisamos da TAP para nada." Associação Comercial reage a distinção do Aeroporto do Porto
| Norte
Porto Canal

Nuno Botelho, Presidente da Associação Comercial do Porto, afirma que o "Aeroporto Francisco Sá Carneiro tem sido uma infraestrutura fundamental" para a região e que o prémio de Melhor Aeroporto Europeu na categoria de 10-25 milhões de passageiros vem reforçar a "importância do Aeroporto na região". Botelho não deixou de salientar que apesar do "abandono" da TAP, o Aeroporto do Porto "ganha prémios", permite a região "atrair cada vez mais turistas" e se desenvolver "cada vez mais a nível industrial”

Ao Porto Canal o Presidente da Associação Comercial do Porto diz que o prémio reforça a ideia que a região tem duas grandes infraestruturas "que permitem a região ser competitiva", referindo-se ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro e ao Porto de Leixões.

Quanto ao Aeroporto, afirma que é preciso "continuar a dotar de condições para que continue a somar vitórias e a prestar o serviço de excelência" que tem prestado mas também que é necessário junto do governo "captar rotas alternativas à TAP" visto que a companhia de bandeira considera o Porto como um "sacrifício, um fardo e um prejuízo".

Ainda sobre a TAP, Nuno Botelho afirma que a TAP "é uma empresa falida cujo os funcionários querem ser aumentados à custa dos impostos dos portugueses.

+ notícias: Norte

The Times destaca Matosinhos, "um segredo na costa Norte de Portugal"

Vista como “o local secreto da costa do norte de Portugal”, a cidade de Matosinhos foi destacada na célebre revista “The Times”, que refere a grande indústria piscatória que a cidade acolhe e a imensa quantidade e qualidade de restaurantes que oferece.

Trator cortou cabo elétrico e deixou parte da cidade de Braga sem luz

Uma parte da cidade de Braga ficou sem luz na tarde de hoje, depois de um trator ter, acidentalmente, cortado um cabo elétrico, disse fonte dos bombeiros.

Câmara de Valongo vai contrair empréstimo de 1,8ME para acabar Oficina do Brinquedo

A Câmara de Valongo aprovou terça-feira, com a abstenção do PSD, contrair um empréstimo de médio/longo prazo até ao montante de 1.850.934,28 euros para a construção da Oficina do Brinquedo Tradicional Português, indicou o município de maioria socialista.