Info

Covid-19: Portugal continental com 445 surtos ativos

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 24 nov 2021 (Lusa) - Portugal registava, na segunda-feira, 445 surtos ativos de covid-19 no continente, perto de metade na região de Lisboa e Vale do Tejo, revelam dados da Direção-Geral da Saúde (DGS) avançados hoje à Lusa.

A DGS ressalva que estes dados "contrastam drasticamente com o máximo de surtos ativos registado em fevereiro de 2021, quando chegaram a existir em Portugal continental 921 surtos ativos".

A maioria dos surtos ativos observava-se na Região de Lisboa e Vale do Tejo, com 218, seguida da região Centro, com 95, e da região Norte, com 84, enquanto o Algarve tinha 33 surtos ativos e o Alentejo 15.

"Regista-se a existência de 45 surtos em lares de idosos. Na mesma data de reporte existiam 847 casos de covid-19 resultantes destes surtos, parte dos quais já estarão igualmente recuperados", refere a DGS numa resposta enviada à agência Lusa.

A autoridade de saúde observa que também neste setor a redução do número de surtos tem sido "significativa": Em fevereiro, Portugal registou o maior número de surtos ativos em lares de idosos: 405, correspondendo a cerca de 12 mil infetados.

"A diminuição drástica neste contexto demonstra a importância que a vacinação tem tido no controlo da pandemia e na proteção da população mais vulnerável", salienta.

Os dados indicam também a existência de 11 surtos em instituições de saúde, com 88 casos confirmados.

A maioria dos surtos ativos na segunda-feira (241) eram em estabelecimentos de educação e ensino dos setores público e privado (escolas, ensino superior, creches e demais equipamentos sociais).

À data do reporte, existiam 2.209 casos de covid-19 acumulados nesses surtos ativos, que dizem respeito a alunos, profissionais e coabitantes dos mesmos, parte dos quais já estarão recuperados, adianta a Direção-Geral da Saúde.

  Um surto ativo é constituído por dois ou mais casos confirmados com ligação epidemiológica entre si no tempo e no espaço. Só depois de terem decorrido 28 dias após a data do diagnóstico do último caso confirmado (dois períodos de incubação sem novos casos) o surto é dado como encerrado.

Portugal regista hoje mais 3.773 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e 17 mortes associadas à covid-19, além de um novo aumento do número de internados em enfermaria e em cuidados intensivos, segundo dados oficiais.

O número de novos casos de covid-19 hoje registado é o valor mais elevado desde 28 de julho, quando se verificaram 3.452.

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado hoje, estão agora internadas 681 pessoas, mais 32 do que na terça-feira, das quais 105 em unidades de cuidados intensivos, mais 12.

A taxa de incidência do vírus SARS-CoV-2 a nível nacional voltou a registar um aumento significativo, passando para 251,1 casos por 100 mil habitantes, enquanto o índice de transmissibilidade (Rt) subiu para 1,20.

A covid-19 já matou em Portugal, desde março de 2020, 18.370 pessoas e foram contabilizados 1.130.370 casos de infeção, segundo dados da DGS.

HN (CMP) // ZO

Lusa/fim

+ notícias: País

Portugal regista mais 2898 casos de Covid-19 e mais 13 mortes nas úlltimas 24h

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 2.898 casos confirmados de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 e 13 mortes atribuídas à covid-19, bem como mais 75 pessoas internadas com a doença, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Portugueses retidos em Marrocos pedem voo de repatriamento 

Depois do fecho das fronteiras de Marrocos, várias dezenas de portugueses ficam retidos e, segundo apurou o Porto Canal, pedem um voo de repatriamento. Em declarações ao Porto Canal, os portugueses retidos tentam encontrar soluções, mas muitas delas com custos insuportáveis.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS