Ministra da Saúde revela que foram registados mais 3.000 novos casos de infeção nas últimas 24 horas

Ministra da Saúde revela que foram registados mais 3.000 novos casos de infeção nas últimas 24 horas
| País
Porto Canal com Lusa

A ministra da Saúde revelou hoje que foram registadas "mais de 3.000 novas infeções por covid-19" nas últimas 24 horas, antecipando os números que deverão ser divulgados no boletim diário da Direção Geral da Saúde.

"Temos uma pandemia que continua a crescer. Hoje são mais de 3.000 novos casos de infeção, como brevemente será conhecido, temos um programa de vacinação que temos que continuar a realizar e acompanhar e a efetivar, temos cuidados para recuperar", disse Marta Temido na Assembleia da República numa audição da Comissão Parlamentar de Saúde sobre o Centro Hospitalar de Setúbal.

"Temos um conjunto de respostas para dar em mais um inverno, que será naturalmente mais um inverno com lutas e desafios para superar, mas para o qual estamos cá para responder juntamente com os profissionais de saúde, porque tenho a certeza que, apesar das circunstâncias que pontualmente possam ser circunstâncias que precisam de ser melhoradas, a resposta do Serviço Nacional de Saúde como um todo é sempre aquilo que nos une acima de qualquer outra coisa", acrescentou a ministra.

+ notícias: País

Embaixada da Ucrânia em Lisboa recebeu dois envelopes suspeitos

A embaixada da Ucrânia em Lisboa recebeu, esta segunda-feira, à tarde dois envelopes suspeitos. A PSP já está no local com meios da Unidade Especial de Polícia. 

Ricardo Araújo Pereira não convidou Ventura para programa e ERC sugere compensação

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) recebeu duas queixas a propósito das entrevistas aos líderes partidários no período eleitoral no programa “Isto É Gozar Com Quem Trabalha”. Essas queixas advêm do facto de André Ventura, presidente do partido do Chega, não ter sido convidado para o programa, sendo que a entidade condena o ato e aconselha a SIC a compensar a exclusão.

Acaba o papel. Declaração anual de rendas passa a ser entregue apenas por via eletrónica

A declaração anual de rendas, apresentada pelos senhorios que não passam recibos eletrónicos, vai deixar de poder ser entregue em papel, passando a ser entregue apenas por via eletrónica, segundo um despacho agora publicado.