Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Covid-19: Núcleo do Centro da Liga Contra o Cancro distribui apoio por estruturas regionais

| País
Porto Canal com Lusa

Coimbra, 03 abr 2020 (Lusa) - O Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) anunciou hoje a implementação de um plano estruturado de auxílio às instituições hospitalares, centros de saúde, lares e residências de idosos de toda a região Centro.

O plano, que vai decorrer durante a fase crítica da pandemia da covid-19, prevê a distribuição de bens e material de proteção, começando pelas unidades hospitalares e estendendo-se depois aos centros de saúde, lares e residências de idosos, refere o núcleo, em comunicado enviado à agência Lusa.

"Logo que os aspetos logísticos estejam mais normalizados, o plano visa manter e reforçar o apoio aos doentes oncológicos e suas famílias", acrescenta a nota, salientando que "a ação visa, em primeiro lugar, auxiliar os profissionais de saúde e desta forma proteger os doentes oncológicos".

O Núcleo Regional do Centro da LPCC já distribuiu "6.064 bens alimentares a doentes e profissionais de saúde no IPO de Coimbra, nomeadamente produtos como leite, néctares, bolachas unidose, compotas variadas e águas".

No IPO de Coimbra e no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) entregou "500 viseiras de proteção individual", 60 botas e cogulas, confecionadas pelos seus voluntários, e seis guichés acrílicos de proteção".

Distribuiu ainda 775 produtos (como viseiras, máscaras cirúrgicas, álcool e toalhitas de solução alcoólica) a diversas estruturas de apoio a idosos.

"O Núcleo Regional do Centro encontra-se, neste momento, a ultimar vários outros processos de aquisição de bens, equipamentos e materiais, representando esta ação um esforço financeiro global na ordem dos 145 mil euros", refere o comunicado.

Aquele organismo perspetiva entregar, nos próximos dias, mais "6.400 unidades de viseiras de proteção e 206 unidades de acrílicos de proteção para guiché, 11.300 bens alimentares a doentes e profissionais de saúde e 5.000 máscaras cirúrgicas, 2.000 máscaras FFP2 e 240 unidades de álcool (250 ml)".

Nesta operação inicial de doação de bens e materiais, o núcleo vai distribuir mais de 33 mil produtos.

"O Núcleo Regional do Centro está mobilizado para, imediatamente após esta fase ativa de entrega de bens e materiais, manter e reforçar o apoio ao doente oncológico e familiares" a nível local e regional, através de um programa de apoio, a médio e longo prazo, que aposta no reforço de serviços, nomeadamente no apoio social, apoio jurídico e psico-oncológico, em formato não presencial, realça ainda o comunicado.

A LPCC disponibiliza ainda apoio através da linha informativa nacional, Linha Cancro (808 255 255).

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 51 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito na quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 209 mortes, mais 22 do que na véspera (+11,8%), e 9.034 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 783 em relação a quarta-feira (+9,5%).

Dos infetados, 1.042 estão internados, 240 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 68 doentes que já recuperaram.

AMV // SSS

Lusa/fim

+ notícias: País

Portugal com 23 casos confirmados de infeção pelo vírus 'monkeypox'

Mais nove casos de infeção pelo vírus 'monkeypox' foram confirmados em Portugal, totalizando 23, anunciou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS), que aguarda resultados relativamente a outras amostras.

Serviços mínimos não estão garantidos e há ambulâncias do INEM paradas

Mais de uma dezena de ambulâncias do INEM estão paradas devido à greve da Função Pública, segundo o Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar, que revelou que o instituto não nomeou os elementos para garantir serviços mínimos, tarefa que o INEM diz não ser necessária.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras