Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Covid-19: Banco de Cabo Verde avisa que vai pedir à banca medidas para contenção de perdas

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Praia, 18 mar 2020 (Lusa) - O Banco de Cabo Verde (BCV) instruiu hoje os bancos comerciais do país a adotarem planos de contingência face à pandemia de Covid-19 e avisou que vai pedir "medidas preventivas" para "contenção de perdas financeiras".

Em comunicado enviado hoje à Lusa pelo banco central cabo-verdiano refere que está a pedir às instituições de crédito e seguradoras para adotarem medidas preventivas em linha com as recomendações do Governo e da Organização Mundial de Saúde (OMS).

"Assim, cada uma destas instituições financeiras deve ter em vigor o seu próprio plano de contingência", lê-se no comunicado em que o BCV pede aos bancos para aconselharem os clientes a recorrerem aos canais digitais para a realização das operações financeiras.

"As suas agências devem continuar a atender clientes, ainda que, em alguns casos, limitando o número de presenças junto dos balcões. Ou seja, devem dispor de um regime de acesso condicionado aos seus balcões, uma medida que se traduz numa gestão de fluxos de entradas nas instalações, de modo a evitar aglomerações excessivas que possam implicar maiores riscos de contágio", aponta o comunicado.

Acrescenta que os bancos devem também "adotar medidas para a proteção dos seus próprios colaboradores", incentivando "o maior número de colaboradores possível a trabalharem a partir de casa".

Cabo Verde não registou até ao momento qualquer caso positivo de Covid-19, mas o país tem em curso um conjunto de medidas drásticas para conter qualquer progressão da doença, como o encerramento dos aeroportos a praticamente todos os voos do exterior e dos portos.

"Até ao momento, o Banco de Cabo Verde não tem relato de problemas relacionados com dificuldades no atendimento físico de clientes. Não há, assim, quaisquer razões para preocupação relativamente à disponibilização de serviços financeiros", aponta o BCV.

Por outro lado, o banco central refere que "solicitará, oportunamente, a todas as instituições financeiras que adotem medidas preventivas adequadas para assegurar a continuidade das suas operações e a contenção de perdas financeiras em situação de pandemia".

"Devem ser também imediatamente comunicadas deficiências relevantes em resultado dos procedimentos de verificação do seu estado de preparação para lidar com as atuais circunstâncias, bem como a ocorrência de eventos relacionados com o Covid-19 com impacto negativo relevante para a instituição", descreve o banco central.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 200 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.200 morreram.

Das pessoas infetadas, mais de 82.500 recuperaram da doença.

A China registou nas últimas 24 horas 11 mortos e 13 novos casos infeção pela Covid-19, mas só um é de Wuhan, todos os outros 12 são importados.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 146 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

PVJ // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Putin ameaça com ataques "relâmpago" em caso de intromissão estrangeira

O Presidente russo, Vladimir Putin, ameaçou hoje que responderá com um ataque "relâmpago" a qualquer ingerência estrangeira na Ucrânia, onde está há dois meses em curso uma guerra desencadeada pela invasão do exército russo.

Pelo menos nove civis mortos por bombardeamentos russos no leste e sul da Ucrânia

Pelo menos nove civis morreram hoje na sequência de bombardeamentos do exército russo no leste e sul da Ucrânia, anunciaram as autoridades locais. De acordo com informações do governador da região de Lugansk (leste da Ucrânia), Sergey Gadai, três civis morreram debaixo de escombros de um prédio atingido por um bombardeamento na cidade de Popasna, para onde tinham fugido a fim de, segundo a mesma fonte, "se proteger de mísseis russos".

Um outro bombardeamento, que atingiu a cidade de Kharkiv (também no leste), a segunda maior da Ucrânia, matou três pessoas e deixou sete feridas, duas delas com gravidade, anunciou o governador regional, Oleg Synegoubov, apelando aos moradores para terem "muito cuidado e, se possível, não saírem dos abrigos".

Outros dois civis foram mortos e seis ficaram feridos na região de Donetsk, segundo o governador, Pavlo Kyrylenko.

NATO: Ministra da Defesa acredita que oposição turca a adesão de Suécia e Finlândia será ultrapassada

Bruxelas, 17 mai 2022 (Lusa) -- A ministra da Defesa, Helena Carreiras, disse hoje acreditar que os obstáculos colocados pela Turquia à adesão de Suécia e Finlândia à NATO serão ultrapassados, afirmando que essa é a convicção geral entre todos os Estados-membros.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras