Guerra na Ucrânia - Clique aqui e veja os pontos essenciais
Info

Covid-19: Adiada visita dos reis de Espanha aos EUA devido à pandemia

| Política
Porto Canal com Lusa

Redação, 18 mar 2020 (Lusa) - Os Governos espanhol e norte-americano anunciaram hoje o adiamento da visita de Estado do rei Felipe VI e da rainha Letizia de Espanha aos Estados Unidos da América, prevista para 21 de abril, devido à pandemia do coronavírus.

"A fim de permitir que os Estados Unidos e a Espanha continuem a dedicar todos os seus recursos e atenção à resposta ao covid-19, a visita de Suas Majestades o Rei Filipe VI e a Rainha Letizia à Casa Branca, agendada para 21 de abril, foi adiada" informaram hoje os dois países.

No mesmo comunicado à imprensa, Donald Trump e Melania Trump afirmam estar "ansiosos" para receber o rei e a rainha espanhola "num futuro próximo".

"Os Estados Unidos continuarão a trabalhar com a Espanha e o resto de seus parceiros europeus para minimizar o impacto da pandemia covid-19", conclui a informação.

Felipe VI vai fazer hoje às 21:00 (20:00 em Lisboa) uma intervenção televisiva aos espanhóis sobre a emergência sanitária que o país vive devido ao novo coronavírus.

Trata-se da segunda mensagem extraordinária do seu reinado, depois da que fez em 2017 sobre a situação criada pelos independentistas na Catalunha, e a sexta se incluirmos as feitas pelo seu pai, Juan Carlos.

A mensagem institucional é feita quatro dias depois de, no sábado passado, o Governo espanhol ter declarado o 'estado de emergência' e numa altura em que a Casa Real espanhola está a ser posta em causa.

Felipe VI anunciou no domingo passado que renunciava a qualquer futura herança a que tenha direito do seu pai, o rei emérito João Carlos, depois de serem reveladas supostas irregularidades financeiras envolvendo o ex-monarca.

A Espanha é um dos países mais atingidos com a pandemia Covid-19 que já infetou em todo o mundo mais de 189 mil pessoas, das quais mais de 7.800 morreram.

O coronavírus já causou a morte de 558 pessoas em Espanha (67 nas últimas 24 horas) e infetou 13.716 (mais 2.538), segundo os últimos dados fornecidos hoje pelo Ministério da Saúde espanhol.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 150 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Face ao avanço da pandemia, vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

FPB // FPA

Lusa/Fim

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

Festivais - Soam as guitarras