Info

Número de mortos no incêndio de Tondela sobe para onze

Número de mortos no incêndio de Tondela sobe para onze
| País
Porto Canal com Lusa

Um homem morreu esta segunda-feira no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, na sequência do incêndio do dia 13, em Tondela, elevando para 11 o número de vítimas mortais, disse à Lusa fonte da unidade hospitalar.

Atualizado 29-01-2018 16:20

O homem, de 57 anos, que estava internado no Hospital de Santa Maria, na sequência do incêndio em Vila Nova da Rainha, faleceu hoje, às 03:00, acrescentou a mesma fonte.

No hospital de Santa Maria (Centro Hospitalar Lisboa Norte) permanece internado outro homem, de 70 anos, também vítima do incêndio, que se mantém "estável", adiantou.

Já a jovem de 15 anos que se encontrava internada no Hospital Dona Estefânia (Centro Hospitalar de Lisboa Central), em Lisboa, teve alta na sexta-feira, informou hoje à Lusa fonte hospitalar.

Ainda na sequência do incêndio de Tondela, dois homens, de 70 e 51 anos, foram transportados para o Hospital de São Francisco Xavier (Centro Hospitalar Lisboa Ocidental), em Lisboa, onde estiveram internados na Unidade de Cuidados Intensivos, mas por se encontrarem já "estáveis" foram transferidos, na semana passada, para as unidades hospitalares das respetivas zonas de residência, um para Coimbra e outro para Viseu, segundo fonte oficial do Hospital de São Francisco Xavier.

O incêndio do dia 13 de janeiro, que deflagrou numa associação recreativa de Vila Nova da Rainha, concelho de Tondela, provocou nesse dia oito mortos e 38 feridos, entre graves e ligeiros, de acordo com fonte do Ministério da Saúde.

Um ferido grave que estava internado no Hospital de São João, no Porto, acabou por morrer a 17 de janeiro, elevando para nove o número de vítimas mortais do sinistro, e, no sábado, o número de mortos subiu para dez depois da morte de um dos feridos que estava internado no Hospital da Prelada, no Porto.

+ notícias: País

PSP e GNR denunciam falta de equipamentos das forças de segurança

Os líderes sindicais da PSP e da GNR garantem que muitos polícias e militares prestam serviço com coletes à prova de bala ou gás pimenta fora de prazo. Existe até um movimento chamado Tetris Challenge a alertar de forma irónica para esta situação e para a falta de equipamento das forças de segurança portuguesas.

74% dos portugueses admitem utilizar o telemóvel quanto conduzem

Os portugueses estão entre os condutores que mais utilizam o telemóvel enquanto conduzem incluindo o recurso ao sistema mãos livres, com as devidas consequências e riscos que daí podem advir. Um estudo que abrangeu 5 mil condutores europeus indica que 74% dos portugueses que conduzem admitem o uso do telemóvel. Mas o cenário é ainda mais preocupante.

Estradas encerradas na serra da Estrela devido à queda de neve

Algumas das estradas de acesso à serra da Estrela estão hoje encerradas devido à queda de neve, formação de gelo e vento forte, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

"Este mundo espantoso, inquieto e...

D'Mais

Hora do chá - o que é o...