Costa deve responder hoje mesmo por escrito ao Presidente da República

Costa deve responder hoje mesmo por escrito ao Presidente da República
| Política
Porto Canal

O secretário-geral do PS, António Costa, deverá responder por escrito hoje mesmo à clarificação requerida pelo Presidente da República, Cavaco Silva, sobre questões que considera omissas nos acordos de Governo subscritos pela esquerda parlamentar.

Esta informação foi transmitida à agência Lusa pelo presidente e líder parlamentar do PS, Carlos César, depois de o secretário-geral socialista ter sido esta manhã recebido em Belém pelo Presidente da República - audiência que durou cerca de 30 minutos e no final da qual António Costa não prestou quaisquer declarações aos jornalistas.

"O Presidente da República solicitou ao secretário-geral do PS a clarificação formal de questões que, estando omissas nos documentos, distintos e assimétricos, subscritos entre o Partido Socialista, o Bloco de Esquerda, o Partido Comunista Português e o Partido Ecologista "Os Verdes", suscitam dúvidas quanto à estabilidade e à durabilidade de um Governo minoritário do Partido Socialista, no horizonte temporal da legislatura", lê-se numa nota divulgada no 'site' da Presidência da República.

Na nota é também referido que o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, encarregou, o secretário-geral do PS, António Costa, de desenvolver esforços tendo em vista apresentar uma solução governativa estável, duradoura e credível".

 

Imagem: Presidência

+ notícias: Política

Secretário de Estado da Inovação recusou queijos de empresário que foi entretanto acusado de corrupção 

Gumercindo Lopes, um conhecido empresário na zona de Viseu, ofereceu queijos da Serra ao Secretário de Estado da Inovação, Investimento e Competitividade, que os recusou. Segundo noticiou o jornal Público, Pedro Gonçalves agradeceu a oferta, mas realçou que o empresário tinha em curso vários projetos que eram da competência do Ministério da Economia, razão pela qual não aceitou os queijos. 

PM diz que “é importante" ter o foco na execução do PRR para tornar economia mais sustentável

O primeiro-ministro, António Costa, sublinhou a importância de o país continuar focado na execução do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para transformar e tornar mais sustentável a economia nacional.

TAP. António Costa e Medina devem pedir “desculpa” aos portugueses, diz Montenegro

O presidente do PSD, Luís Montenegro, considerou esta segunda-feira que o primeiro-ministro e o ministro das Finanças devem pedir “desculpa aos portugueses" por “terem injetado mais de três mil milhões de euros” na TAP.