Juiz do Tribunal da Relação de Lisboa afirma que José Sócrates foi preso sem indícios de corrupção

Juiz do Tribunal da Relação de Lisboa afirma que José Sócrates foi preso sem indícios de corrupção
| País
Porto Canal (DYC)

Juiz desembargador do Tribunal da Relação de Lisboa que votou contra a declaração de especial complexidade do processo Operação Marquês diz que o ex-primeiro-ministro foi preso sem indícios de corrupção.

O juiz José Reis invocou a "imagem do viajante que, perante a largueza da foz do rio, não cuida de descrever, ainda que sinteticamente, o seu percurso desde a nascente, presumindo e dando como adquirido que o abundante caudal que vê diante de si teve origem em tortuosos e recônditos meandros que levaram à formação de tamanha massa de água que se precipitou, sem fundamento ou justificação naquela foz", para insinuar que houve “deslumbramento” por parte da investigação da Operação Marquês.

José Reis afirma que não havia indícios de corrupção quando José Sócrates foi preso e colocado em prisão preventiva por suspeitas de fraude fiscal, corrupção e branqueamento de capitais.

O juiz desembargador deu a conhecer a sua posição num voto de vencido num acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa, que confirmou a declaração de especial complexidade do processo, decretada pelo juiz Carlos Alexandre.

+ notícias: País

Câmara de Lisboa tem 236 advogados, mas encomenda novo regulamento de trotinetes por ajuste direto

De acordo com o mapa de pessoal para 2022, a Câmara de Lisboa conta nos seus quadros com 342 vagas para advogados, das quais 236 estão atualmente ocupadas. Nem por isso a autarquia entendeu ter recursos próprios suficientes para a elaboração do novo regulamento para a Mobilidade Partilhada e para outros modos de mobilidade sustentável na cidade de Lisboa.

João Ferreira vence quarta prova do Nacional de todo-o-terreno

A dupla João Ferreira/David Monteiro (Mini) venceu este domingo a Baja TT Sharish, em Reguengos de Monsaraz, e reforçou a liderança do Campeonato de Portugal de todo-o-terreno em automóveis.

Nova estrutura da proteção civil? MAI afirma que bombeiros vão cumprir, apesar de discordarem

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, desvalorizou este domingo a discordância da Liga dos Bombeiros quanto à integração destes operacionais na nova estrutura da proteção civil, considerando que os bombeiros irão cumprir a lei em vigor.