Marcelo Rebelo de Sousa apela à participação dos portugueses nos atos eleitorais

Marcelo Rebelo de Sousa apela à participação dos portugueses nos atos eleitorais
| País
Porto Canal/Agências

O Presidente da República considera que 2024 será um ano ainda mais decisivo do que 2023 e apelou à participação dos portugueses nos atos eleitorais, salientando que o país será aquilo que os votantes quiserem.

Estas posições foram transmitidas por Marcelo Rebelo de Sousa na sua tradicional mensagem de Ano Novo, numa conjuntura de crise política, com o Governo em gestão e eleições legislativas antecipadas marcadas para 10 de março.

“Ficou claro que, depois da legítima decisão pessoal de cessar funções de quem foi o segundo mais longo chefe do Governo em democracia e o mais longo neste século, deveríamos estar todos atentos e motivados para as eleições de março, para percebemos como vai ser o tempo imediato em Portugal, na avaliação como na escolha”, declarou o Presidente da República.

“2024 irá ser largamente aquilo que os votantes, em democracia, quiserem. Em Portugal, em março; na Europa, em junho; na maior potência do mundo, em novembro; e antes disso, em fevereiro, nos Açores. Um ano, afinal, ainda mais decisivo do que o ano de 2023”, advertiu o chefe de Estado.

Marcelo Rebelo de Sousa assinalou que todos desejam que este ano possa ser diferente de 2020 e 2021, com a pandemia, de 2022 e 2023 com as guerras”. “Ou seja, possa ser finalmente de maior esperança no mundo, de maior esperança na Europa, e também por isso de maior esperança entre nós”, completou.

“Há meio século, com censura e sem liberdade de organização e ação política, não era possível votar-se livremente, e os que podiam votar eram apenas dois milhões em cerca de dez. E os votados todos de um só partido, que se chamava associação política”, apontou, antes de apelar ao voto nas eleições regionais dos Açores, nas legislativas e nas europeias.

O chefe de Estado afirmou saber que “o voto não é tudo", mas realçou que "sem voto não há liberdade nem democracia”.

+ notícias: País

Portugal acolhe cimeira bilateral com Cabo Verde a 19 de novembro

Portugal vai acolher a próxima cimeira bilateral com Cabo Verde a 19 de novembro, anunciaram este sábado os primeiros-ministros dos dois países na cidade da Praia.

Número de desempregados sobe 6% em março

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego caiu 1,9% em março face a fevereiro, mas subiu 6% em termos homólogos, totalizando 324.616, segundo dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Euromilhões. Já são conhecidos os números e estrelas que valem 120 milhões de euros

Já foram revelados os números que compõem a chave do sorteio desta sexta-feira, 031/2024.