UNIR. Em Paredes a situação começa a regularizar, mas pais recorrem a carros para levar filhos à escola

UNIR. Em Paredes a situação começa a regularizar, mas pais recorrem a carros para levar filhos à escola
Porto Canal
| Norte
Ana Francisca Gomes e Maria Pinto Silva

No município de Paredes, no distrito do Porto, a UNIR não teve tantas falhas no serviço da manhã desta terça-feira como aconteceu no primeiro dia útil desta rede de transportes metropolitana.

Num café junto à Câmara Municipal de Paredes, os novos autocarros afastaram os clientes da manhã da última segunda-feira. “Tinha duas senhoras que vinham sempre aqui tomar o pequeno-almoço e que não vieram porque não lhes apareceu o autocarro. O problema não é aqui no centro, é nas zonas mais rurais, onde os autocarros falharam e muitas crianças nem à escola conseguiram ir”, explica o proprietário do estabelecimento.

Quando o Porto Cabal se aproxima de um carro da polícia municipal para pedir ajuda a resposta é imediata: “vão perguntar pelos autocarros?”

Fonte da polícia municipal garantiu que o telefone de apoio da Câmara esteve a receber chamadas durante todo o dia de segunda-feira. O assunto foi sempre o mesmo: os horários das novas linhas.

À porta da Escola EB 2,3 de Cristelo encontrava-se o presidente da Câmara Municipal de Paredes, Alexandre Almeida, que afirmou ao Porto Canal que, apesar de terem circulado mais autocarros na manhã desta terça-feira, muitos até se encontravam quase vazios, uma vez que os encarregados de educação se precaveram e levaram os filhos à escola em veículo próprio.

O autarca garantiu que o município esteve “esta manhã no terreno desde as 7h00 a acompanhar os principais pontos”, admitindo que “já houve falhas, apesar de já não ser como na segunda-feira”.

“Esperemos que ao longo da semana que se comece gradualmente a ter a operação em curso”, afirmou Alexandre Almeida. Disse também que “os pais neste momento não acreditam na UNIR. Eles próprios estão a trazer os filhos [para a escola], mas nem todos têm essas possibilidades”, depois de nesta segunda-feira ter havido alunos a não conseguirem ir às aulas devido à falha dos autocarros.

“Estamos a entrar em contacto com a empresa para saber quais são as linhas que não existiram. Se forem pontuais, temos autocarros do município para suprimir essas falhas”, concluiu o presidente da Câmara Municipal de Paredes.

+ notícias: Norte

Queda de árvore de grandes dimensões condiciona trânsito em avenida de Fafe

A queda de uma árvore de grande porte condicionou o trânsito na manhã deste sábado na Avenida de São Clemente, em Fafe, confirmou ao Porto Canal fonte do Comando Sub-Regional do Ave.

Tribunal de Viseu condena 12 dos 17 homens envolvidos em burla de automóveis de gama alta

O Tribunal de Viseu condenou esta sexta-feira 12 dos 17 homens envolvidos num esquema de burla relacionado com a compra de automóveis de gama alta, cinco dos quais ficaram em prisão efetiva.

Chamas consomem veículo na A3 em Ponte de Lima e perturbam o trânsito

Um incêndio deflagrou esta sexta-feira no interior de um veículo na A3 em Ponte de Lima, no distrito de Viana do Castelo. Não houve feridos a registar mas houve fortes perturbações de trânsito.