Vereador da Câmara do Porto apoia candidatura de Pedro Nuno Santos à liderança do PS

Vereador da Câmara do Porto apoia candidatura de Pedro Nuno Santos à liderança do PS
| Porto
Porto Canal

A par da atual ministra da Habitação,Marina Gonçalves, também o Vereador pelo Partido Socialista (PS) da Câmara Municipal do Porto, Tiago Barbosa Ribeiro, utilizou a sua conta pessoal de Facebook para expressar o apoio à candidatura de Pedro Nuno Santos à liderança daquele partido político. 

"Lá estarei com enorme entusiamo para dar força à sua candidatura", lê-se na publicação. 

A responsável do Governo pela pasta da Habitação também recorreu à sua conta oficial de Instagram para apoiar a candidatura do antigo ministro das Infraestruturas. 

“Sempre presente numa candidatura liderada por quem colocou, coloca e continuará a colocar no centro da ação política a defesa do Estado Social”, pode lêr-se na partilha da ministra.

Como o Porto Canal noticiou, Pedro Nuno Santos vai oficializar a candidatura à liderança do Partido Socialista na próxima segunda-feira, às 18 horas, num evento em Lisboa.

O antigo ministro das Infraestruturas vai enfrentar o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, que oficializou, esta quinta-feira, a sua candidatura durante a reunião da Comissão Política do PS.

+ notícias: Porto

Restaurante Antiqvvm no Porto ganha segunda estrela Michelin

O restaurante Antiqvvum no Porto ganhou este terça-feira a segunda estrela do guia Michelin, enquanto quatro estabelecimentos conquistaram uma estrela, anunciou a publicação, numa cerimónia exclusivamente dedicada a Portugal, em Albufeira.

Câmara do Porto volta a lançar concurso para reabilitação do Jardim da Cordoaria

A Go Porto publicou esta terça-feira o concurso público para a empreitada de reabilitação do Jardim da Cordoaria, no Porto, pelo valor de 528 mil euros. Esta obra já tinha sido alvo de um concurso publicado em março do ano passado.

“O centralismo é evidente. Não há forma de esconder”. Portugueses querem a regionalização

Seja no que diz respeito ao aproveitamento de fundos europeus ou na ideia de uma maior autonomia, a maioria dos portugueses parece estar a favor da regionalização, como mostra uma sondagem da associação SEDES e a auscultação de alguns portuenses pelo Porto Canal.