Pedro Nuno Santos já tem diretor de campanha para a candidatura à liderança do PS

Pedro Nuno Santos já tem diretor de campanha para a candidatura à liderança do PS
| Política
Porto Canal / Agências

O vice-presidente do Grupo Parlamentar socialista Francisco César vai ser o diretor de campanha da candidatura do ex-ministro Pedro Nuno Santos à liderança do PS, disse esta quinta-feira à agência Lusa fonte deste partido.

No sábado, em reunião da Comissão Nacional do PS, as eleições internas diretas para a sucessão de António Costa no cargo de secretário-geral deverão ser marcadas para 15 e 16 de dezembro, em simultâneo com a eleição de delegados ao congresso, que se realizará nos dias 6 e 7 de janeiiro.

Deputado eleito pelos Açores, Francisco César integra as comissões parlamentares de Negócios Estrangeiros e de Defesa Nacional, fez parte da direção de campanha do PS nas eleições legislativas de janeiro de 2020 e foi líder parlamentar socialista na Assembleia Legislativa Regional dos Açores até 2020.

Do ponto de vista político, Francisco César é um dos dirigentes socialistas considerados mais próximos de Pedro Nuno Santos.

Além de Francisco César, a direção de campanha do ex-ministro das Infraestruturas e da Habitação é constituída pelo administrador Pedro Vaz (ex-secretário nacional para a Organização da JS sob a liderança de Duarte Cordeiro) e um dos destacados militantes da Federação de Aveiro do PS, e o ex-secretário de Estado do Desporto e deputado eleito por Viseu João Paulo Rebelo.

Na direção de campanha estão ainda a ex-ministra Alexandra Leitão (coordenadora da moção de orientação política), a deputada e ex-líder da JS Maria Begonha, Pedro Araújo (PS/Porto), Diogo Cunha (deputado eleito por Braga), Joana Sá Pereira (deputada eleita por Aveiro e coordenadora da bancada socialista na Comissão de Assuntos Constitucionais) e Hernâni Loureiro (dirigente da JS).

No início da próxima semana, segundo fonte desta candidatura, Pedro Nuno Santos inicia um périplo pelas federações socialistas do território continental e pelas regiões autónomas da Madeira e dos Açores. Um périplo que se estenderá praticamente até às vésperas das eleições diretas para o cargo de secretário-geral do PS (15 e 16 de dezembro).

Durante esta fase de campanha interna, o ex-ministro das Infraestruturas e da Habitação deverá também ter encontros com militantes das estruturas do Departamento Nacional das Mulheres Socialistas, da Tendência Sindical Socialista, da JS e da Associação Nacional de Autarcas do PS.

Pedro Nuno Santos conta com os apoios da presidente das Mulheres Socialistas, Elza Pais, do secretário-geral da JS, Miguel Costa Matos, da autarca de Matosinhos e presidente da Associação Nacional dos Municípios Portugueses, Luísa Salgueiro, da líder da Associação Nacional de Autarcas do PS, Isilda Gomes, e do dirigente da UGT José Abraão.

Do ponto de visita institucional, os apoios mais relevantes até agora recebidos por Pedro Nuno Santos são os do histórico socialista e membro do Conselho de Estado Manuel Alegre e do antigo eurodeputado e atual presidente do Conselho Económico e Social, Francisco Assis.

+ notícias: Política

Nuno Melo apela ao voto em…Pedro Nuno Santos

Na noite desta sexta-feira, durante um comício em Santa Maria da Feira, Nuno Melo, o líder do CDS-PP e parceiro da coligação de Luís Montenegro enganou-se no seu discurso e apelou ao voto em Pedro Nuno Santos nas eleições legislativas de 10 de março.

Durão Barroso: "Não temos de pedir desculpa" mas "ter orgulho no que fizemos" no período da "troika"

O antigo presidente da Comissão Europeia Durão Barroso defendeu, esta sexta-feira, que o PSD e o CDS-PP não têm de pedir desculpa, mas ter orgulho no que fizeram no Governo “com sentido patriótico” no período da “troika”.

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.