Obra do metrobus do Porto corta faixas na Avenida Marechal Gomes da Costa durante um mês

Obra do metrobus do Porto corta faixas na Avenida Marechal Gomes da Costa durante um mês
| Porto
Porto Canal/Agências

As obras no 'metrobus' do Porto vão obrigar, a partir de quarta-feira, ao corte das faixas da esquerda na Avenida Marechal Gomes da Costa por um período de um mês, adiantou esta terça-feira.

"A construção da nova linha de metroBus obriga, a partir do dia 16 de agosto [quarta-feira], ao condicionamento do trânsito na Avenida do Marechal Gomes da Costa numa extensão de cerca de 700 metros, entre o cruzamento com a Rua João de Barros e a Praça do Império", pode ler-se numa nota da Metro do Porto enviada hoje à Lusa.

De acordo com a Metro do Porto, responsável pela obra do 'metrobus', "serão ocupadas as faixas da esquerda de ambos os lados daquela avenida, circulando-se em cada sentido pela via da direita".

"Este constrangimento tem a duração aproximada de 30 dias e tem como objetivo proceder à instalação da nova rede de semaforização e à colocação do novo pavimento", refere a empresa liderada por Tiago Braga.

A Metro do Porto assegura que "não haverá qualquer obra ou afetação do separador verde central e continuará a ser possível utilizar os passeios durante esta intervenção", e "os acessos a garagens, a habitações e a estabelecimentos também estarão sempre disponíveis", não estando também prevista a "deslocalização de paragens de autocarro".

"Esta intervenção decorre numa altura de férias escolares, sendo por isso o impacto no trânsito menor", refere a Metro do Porto, relembrando também que o corredor verde central e o passeio em calçada portuguesa serão mantidos nas atuais dimensões, "bem como os lugares de estacionamento hoje disponíveis", 257.

O novo serviço da Metro do Porto ligará a Casa da Música à Praça do Império (em 12 minutos) e à Anémona (em 17) em junho de 2024, com recurso a autocarros a hidrogénio, circulando em via dedicada na Avenida da Boavista e em convivência com os automóveis na Avenida Marechal Gomes da Costa.

O investimento no 'metrobus' é totalmente financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e chega aos 66 milhões de euros, valores sem IVA, e as obras arrancaram no final de janeiro.

Estão previstas as estações Casa da Música, Guerra Junqueiro, Bessa, Pinheiro Manso, Serralves, João de Barros e Império, no primeiro serviço, e na secção até Matosinhos adicionam-se Antunes Guimarães, Garcia de Orta, Nevogilde, Castelo do Queijo e Praça Cidade do Salvador (Anémona).

+ notícias: Porto

Alojamento é dificuldade cada vez maior para estudantes sem bolsa no Porto

O custo do alojamento continua a ser a maior dificuldade para os estudantes universitários em Lisboa e no Porto, e para as famílias de classe média sem acesso à bolsa, alertam federações académicas.

Na semana em que os combustíveis estão em modo 'sobe' e 'desce', onde é mais barato atestar no Grande Porto?

A próxima semana começa com ligeiras alterações nos preços dos combustíveis.

O tempo no Grande Porto vai mudar? Saiba com o que contar na primeira semana de março

Segundo a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), prevê-se, a partir desta segunda-feira, períodos de chuva, céu muito nublado, queda de neve nas terras altas, acima dos 1000/1200 metros e uma pequena subida da temperatura, em particular a mínima no interior Norte.