Metrobus de Gaia incendeia redes sociais mas utentes gostam do serviço

Metrobus de Gaia incendeia redes sociais mas utentes gostam do serviço
| Norte
Maria Abrantes

O novo sistema de transporte público entrou em vigor no dia 1 de setembro e praticamente com uma semana de utilização já existem considerações a fazer sobre o novo modelo de transporte.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

 

Por um lado, nas redes sociais, as vozes críticas levantam a questão das dimensões das viaturas designadas, bem diferentes dos veículos comummente utilizados como metrobus. Surgem ainda críticas dirigidas à promotora do novo meio de transporte, a Câmara Municipal de Gaia, acusando a autarquia de uma jogada de marketing, tentando camuflar uma carreira regular como uma faixa de Bus.

Por outro lado, contudo, a opinião de quem tem utilizado diariamente o veículo é bem diferente. De u modo geral, os utilizadores mostram-se satisfeitos com o novo metrobus, não só pela rapidez, como pela praticidade do mesmo. Consideram inclusive que vem melhorar a mobilidade na cidade de Gaia.

O metrobus, que tem um frequência de 30 minutos e de 10 minutos em horas de ponta, liga a Avenida da República, junto à estação D. João II, até aos Arcos do Sardão, na zona da Baiza.

De momento, são cerca de 30 mil as pessoas abrangidas pela zona de atuação do metrobus. Contudo, o Município de Gaia espera estender o serviço a mais pessoas, com uma segunda fase do projeto até Avintes.

Para estimular o uso deste transporte público, até ao final do ano as viagens no metrobus são gratuitas. A partir daí, entrará em vigor o sistema de bilhética Andante.

+ notícias: Norte

Discoteca Eskada já não vai abrir portas esta segunda-feira

Apesar do Ministério da Administração Interna ter decretado, este domingo, o encerramento da discoteca Eskada, no Porto, o esbelecimento não foi ainda notificado, mas já não abre portas esta segunda-feira.

Ministério Público acusa homem que matou irmão a tiro de homicídio qualificado

O homem que em 26 de fevereiro matou a tiro o irmão, após uma discussão em Vila Pouca da Aguiar, distrito de Vila Real, foi acusado de homicídio qualificado e por posse de arma proibida pelo Ministério Público.

Bombeiros e GNR realizam buscas por pessoa desaparecida em Barcelos

Os Bombeiros Voluntários de Viatodos e a GNR estão a realizar buscas por uma pessoa desaparecida no concelho de Barcelos, apurou esta segunda-feira a Lusa junto da corporação de bombeiros do distrito de Braga.