ASAE instaura 51 processos-crime por especulação contra operadores do setor alimentar

ASAE instaura 51 processos-crime por especulação contra operadores do setor alimentar
| País
Porto Canal / Agências

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) instaurou 51 processos-crime por especulação em fiscalizações a 960 operadores e detetou margens de lucro superiores a 50% na cebola.

Estas conclusões fazem parte da última análise desta autoridade à subida dos preços de bens alimentares, que foi apresentada esta quinta-feira, em conferência de imprensa, no Ministério da Economia e do Mar, em Lisboa.

“Foram inspecionados 960 operadores económicos […] e instauramos 51 processos-crime por especulação”, avançou o inspetor-geral da ASAE, Pedro Portugal Gaspar.

A ASAE moveu ainda 91 processos contraordenacionais, no âmbito destas ações que decorrem desde o segundo semestre de 2022.

Do cruzamento entre a aquisição do retalhista ao fornecedor e a venda ao consumidor, a ASAE identificou margens de 30% em produções como o “açúcar branco, óleo alimentar e a dourada”, seguindo-se as conservas de atum, leite e a couve coração com 30% a 50% e os ovos, laranjas, cenouras e febras de porco, margens de 40% a 50%.

Acima desta margem, destaca-se o caso da cebola.

“Se daí existe ou não o risco de poder haver ou não lucro ilegítimo ainda vamos ver”, ressalvou Pedro Portugal Gaspar.

Na mesma sessão, o ministro da Economia, António Costa Silva, prometeu “ser inflexível” para com todas as situações anómalas que sejam detetadas neste setor.

+ notícias: País

Vinte e quatro vítimas de abuso querem indemnização da Igreja Católica

O grupo Vita recebeu até ao momento 24 pedidos de indemnização financeira, por danos sofridos, de vítimas de abuso sexual no seio da Igreja Católica em Portugal, iniciando na terça-feira um roteiro pelas dioceses do país, foi este domingo anunciado.

FC Porto vai ter jogo difícil frente a Belenenses moralizado afirma Paulo Fonseca

O treinador do FC Porto, Paulo Fonseca, disse hoje que espera um jogo difícil em casa do Belenenses, para a 9.ª jornada da Liga de futebol, dado que clube "vem de uma série de resultados positivos".

Proteção Civil desconhece outras vítimas fora da lista das 64 de acordo com os critérios definidos para registar os mortos dos incêndios na região centro

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) disse hoje desconhecer a existência de qualquer vítima, além das 64 confirmadas pelas autoridades, que encaixe nos critérios definidos para registar os mortos dos incêndios na região centro.